Menu
Marina Gazzoni
O melhor do Seu Dinheiro
Marina Gazzoni
2019-07-18T10:56:46+00:00
Tudo que vai mexer com seu dinheiro hoje

Vista sua galocha na corrida do ouro

Veja os destaques do Seu Dinheiro nesta manhã

18 de julho de 2019
10:23 - atualizado às 10:56
O Melhor do Seu Dinheiro; investimentos
Imagem: Andrei Morais/Seu Dinheiro

A rua da minha casa frequentemente alaga quando chove muito aqui em São Paulo. Neste momento, estamos em época de seca na cidade e consigo ir e vir tranquilamente sem molhar a barra da calça ou encharcar o meu sapato. No verão, quando a previsão é de chuva, abasteço a geladeira para caso eu fique ilhada no meu apartamento. Recentemente, aproveitei uma promoção e investi em uma galocha para incrementar meu plano de contingência.

E como proteger seu dinheiro quando você enxerga uma tempestade a caminho dos mercados? Saiba que muitos investidores estão fazendo isso neste momento, de olho em uma crise que se arma lá fora. Sabe o que tem dentro do “bunker” de muitos gestores? Um punhado de ouro.

Não estou falando de algum americano maluco que parou no tempo da Guerra Fria e ainda acredita na ameaça comunista. Estou falando de Ray Dalio, um gestor responsável por uns US$ 160 bilhões e com cinco décadas de experiência no mercado. Dalio está receoso sobre os mercados de dívida e ações no mundo e aposta no ouro como a melhor reserva de valor.

O Eduardo Campos leu a sua última carta na qual ele explica os motivos que o levam a embarcar na corrida do ouro. Tem a ver com a postura estimulativa dos bancos centrais em todo mundo, que derrubou as taxas de juros dos empréstimos a ponto de, quem sabe um dia, o credor não querer mais financiar o endividado. O Edu explica melhor a tese de Dalio aqui.

Quem também embarcou na corrida do ouro é o brasileiro Otavio Costa, da gestora americana Crescat Capital. Ele falou para o Edu que está preocupado com uma possível recessão nos EUA. Costa montou um “trade” para ganhar nesse cenário e contou os detalhes nesta reportagem.

Quer saber como investir em ouro na prática? Baixe nosso eBook gratuito agora e descubra a melhor forma de ganhar dinheiro com essa aplicação.

O rei das emergências

Sabe aquele dinheiro que você tem guardado para uma emergência? É o carro que quebrou, o filho que ficou doente e teve que fazer um exame, e - bate três vezes na madeira - o recurso que vai garantir suas contas se você perder o emprego. Sei que você quer aplicar esse dinheiro, mas precisa ser em algo que você possa sacar a qualquer momento. Correr para a poupança? Nada disso.

A Bruna Furlani selecionou três fundos de investimento que são boas opções para você aplicar sua reserva de emergência. Eles rendem mais que a poupança, que o Tesouro Selic e têm a chancela da Luciana Seabra, colunista do Seu Dinheiro e especialista em fundos de investimento. Conheça esses fundos neste link.

PS: o conteúdo é exclusivo para os leitores premium do Seu Dinheiro. Para ser premium e acessar o texto DE GRAÇA, você só precisa se cadastrar aqui e indicar esta newsletter para cinco amigos. O acesso será liberado assim que eles aceitarem o convite.

A Bula do Mercado: os reflexos da guerra

A temporada de balanços já chegou fazendo muito barulho no exterior. Isso porque os resultados corporativos do 2º trimestre de companhias de diversos setores confirmaram as expectativas decepcionantes.

Com o temor elevado em torno da guerra comercial,  as bolsas asiáticas fecharam em queda generalizada. Na Europa, as sessões amanheceram no vermelho. Em Wall Street, os índices futuros também sinalizam queda.

Por aqui, o início do recesso parlamentar tira a atenção dos investidores da reforma da Previdência. Os olhos agora se voltam para as novas medidas econômicas do governo, como a liberação do saque de recursos do FGTS, que deve ser oficialmente anunciada hoje. Ontem, o Ibovespa fechou o dia com alta de 0,08%, aos 103.855,53 pontos. O dólar encerrou em baixa de 0,28%, a R$ 3,76041. Consulte a Bula do Mercado para saber o que esperar de bolsa e dólar hoje.

Fracasso de crítica

Se os resultados financeiros da Netflix fossem uma nova série e o mercado fosse crítico de entretenimento, a internet estaria cheia de resenhas negativas hoje. Explico: a Netflix informou que conseguiu 2,7 milhões de novos usuários no segundo trimestre - número bem abaixo da projeção de 5 milhões. Nem a alta de 26% na receita líquida da empresa conseguiu compensar a frustração dos investidores. A ação despencou mais de 10% no after market de Nova York, dando um gostinho amargo do que vem pela frente hoje. O dado de crescimento das assinaturas é muito importante para a empresa em um momento em que concorrentes como a Disney lançam suas próprias plataformas on-demand. Saiba mais

Volátil, mas rentável

Investir em criptomoedas é garantia de fortes emoções. Há inclusive quem defenda que esse mercado é por natureza perdedor. Mas não para o nosso colunista André Franco. Neste texto, ele lembra que neste ano 63 criptoativos subiram mais do que o Ibovespa.

Roupa nova

A partir de amanhã, as negociações com o Banco Inter na bolsa deverão se concentrar nas units - os certificados representam duas ações preferenciais (PN) e uma ordinária (ON). O programa de units foi anunciado no começo deste mês, quando a empresa comunicou a emissão de ações ordinárias e migração para o nível 2 da B3. Se você possui ações do Inter e não aderiu ao programa de units, o banco informou que estuda abrir um novo período de conversão de ações a partir da segunda quinzena de agosto. Saiba mais

Cutucando o Leão

Com a reforma da Previdência encaminhada, a discussão de outras medidas no plano econômico avançam. O presidente Jair Bolsonaro disse que o governo vai trabalhar por uma reforma tributária que reduza a alíquota máxima de Imposto de Renda para 25% - o limite hoje é de 27,5% para pessoas físicas. Em entrevista a jornalistas logo após participar da cúpula do Mercosul, em Santa Fé, na Argentina, o presidente também comentou sobre a liberação do saque do FGTS, reforma da Previdência e a polêmica indicação do filho para a embaixada nos EUA. Saiba mais

Agenda

Indicadores
- FGV divulga a 2ª prévia do IGP-M de julho
- CNI divulga o índice de confiança do empresário industrial (ICEI) de julho
- Tesouro realiza leilão tradicional de venda de LTN e NTN-F

Balanços
Morgan Stanley, Microsoft, UnitedHealth divulgam seus resultados

Política
- O presidente Jair Bolsonaro participa de evento comemorativo de 200 dias de governo e deve anunciar a liberação de saques de contas ativas do FGTS
- Ministros das Finanças do G7 concluem reunião em Chantilly

Quer nossas melhores dicas de investimentos de graça em seu e-mail? Cadastre-se agora em nossa newsletter
Quer nossas melhores dicas de investimentos de graça em seu e-mail? Cadastre-se agora em nossa newsletter
Comentários
Leia também
OS MELHORES INVESTIMENTOS NA PRATELEIRA

Garimpei a Pi toda e encontrei ouro

Escolhi dois produtos de renda fixa para aplicar em curto prazo e dois para investimentos mais duradouros. Você vai ver na prática – e com a translucidez da matemática – como seu dinheiro pode render mais do que nas aplicações similares dos bancos tradicionais.

Nada de aumento

“Há zero possibilidade de aumentar a carga de impostos”, diz Waldery

Waldery explicou que a meta de déficit primário de 2019 está mantida em R$ 139 bilhões, mas lembrou que o saldo negativo deve ficar abaixo dos R$ 80 bilhões

Contas públicas

Governo central deve fechar 2019 com déficit abaixo de R$ 80 bi, diz Guedes

Guedes voltou a dizer que o sucesso do leilão da cessão onerosa também ajudou a fazer um resultado fiscal melhor, além de permitir um maior repasse de recursos para Estados e municípios. “O ano de 2019 foi interessante, porque conseguimos muita colaboração com Congresso nas reformas econômicas. Também houve muita colaboração do Judiciário”, completou

Novidades na cervejaria

Ambev anuncia Jean Jereissati como presidente da companhia em 2020

A partir de 1º janeiro de 2020, Jereissati Neto acumulará as funções de diretor-presidente e diretor de vendas e de marketing

SEU DINHEIRO NA SUA NOITE

Game over? A vida com o dólar acima de R$ 4,20

A primeira vez que o dólar atingiu o patamar de R$ 4,20 foi em setembro de 2015. Eu me lembro de receber a notícia de uma forma bem inusitada, no meio da plateia de um evento voltado a grandes investidores. Enquanto o palestrante da vez tentava injetar alguma esperança sobre as perspectivas da economia brasileira em […]

Olho nos números

BMG não agrada mercado em primeiro balanço após IPO e ações caem

Apesar da queda acentuada dos papéis, ao comentar o balanço do BMG, os analistas do BTG Eduardo Rosman e Thomas Peredo se mostraram mais tranquilos com o resultado e destacaram que os números vieram dentro do esperado pela maioria dos investidores com quem conversaram

Gestoras

JGP segue comprada em bolsa enquanto acompanha guerra de narrativas

Gestora discute tese de que a manufatura e o comércio global estão próximos ao fundo do poço e prestes a se recuperar

Mudança de coleção

Dona da Le Lis Blanc e Dudalina, a Restoque tenta pôr ordem na casa. O mercado está cético

Em meio a um processo de mudança de estratégia, a Restoque reportou mais um conjunto de resultados trimestrais desanimadores, o que fez suas ações chegarem às mínimas em mais de três anos

Mudanças à vista

Desoneração da cesta básica vai acabar, diz Tostes Neto

Para compensar o gasto com tributo, o governo deve devolver dinheiro aos mais pobres como adicional aos programas sociais

Briga de gigantes

Softbank planeja criar rival japonesa para competir com gigantes como Google e Amazon

O grupo anunciou acordo para a fusão de uma de suas subsidiárias conhecida como Yahoo Japan com a empresa Line Corp. Com isso, as duas companhias podem criar mais um “super app”

olho na reforma tributária

Governo confirma que quer tributar dividendos

Plano faz parte do projeto de reduzir imposto de empresas e elevar sobre as Pessoas Físicas; deve entrar em fases posteriores da reforma tributária

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements