Menu
2019-07-30T09:33:22-03:00
Bruna Furlani
Bruna Furlani
Jornalista formada pela Universidade de Brasília (UnB). Fez curso de jornalismo econômico oferecido pela Fundação Getúlio Vargas (FGV). Tem passagem pelas editorias de economia, política e negócios de veículos como O Estado de S.Paulo, SBT e Correio Braziliense.
um a mais

Banco N26, o “Nubank alemão”, levanta mais US$ 170 mi e diz que o seu próximo destino pode ser o Brasil

Com isso, ele elevou o seu valor de mercado para US$ 3,5 milhões e passou a figurar entre as startups europeias mais valiosas e entre as dez principais fintechs do mundo

18 de julho de 2019
20:37 - atualizado às 9:33
Banco digital N26
Imagem: Divulgação

Depois de anunciar a sua expansão para os Estados Unidos, o banco digital alemão N26, que ficou conhecido como o Nubank germânico, disse hoje (18) que levantou mais US$ 170 milhões em sua última rodada de investimentos.

A nova injeção de caixa vem seis meses depois que havia levantado outros US$ 300 milhões. Com isso, ele elevou o seu valor de mercado para US$ 3,5 bilhões e passou a figurar entre as startups europeias mais valiosas, além de estar entre as dez principais fintechs do mundo.

E não é só isso. A empresa disse que usará parte do dinheiro para crescer além da Europa e dos Estados Unidos e reiterou que o Brasil pode ser o próximo destino da operação.

A companhia também comentou que vai continuar a investir em inovação com o lançamento da funcionalidade Shared Spaces, que vai permitir aos clientes criar subcontas e compartilhá-las com até dez pessoas.

Quem é esse tal de N26?

O N26 foi lançado no início de 2015 e conta hoje com mais de 3,5 milhões de clientes em 24 países. A empresa de tecnologia financeira (fintech) costuma ser comparada com o brasileiro Nubank por contar com um aplicativo intuitivo e que atraiu principalmente usuários jovens, os chamados "millennials".

O objetivo de Valentin Stalf, co-fundador e CEO do N26, é ampliar o número de usuários para até 50 milhões nos próximos anos.

Hoje, a companhia possui escritórios na Alemanha, Estados Unidos, Espanha, Áustria e Brasil, mais especificamente na capital paulista.

Até o momento, o N26 levantou mais de US$ 670 milhões. Entre os maiores investidores estão nomes como Insight Venture Partners, Tencent, Allianz X, Valar Ventures, de Peter Thiel etc.

Quer nossas melhores dicas de investimentos de graça em seu e-mail? Cadastre-se agora em nossa newsletter
Quer nossas melhores dicas de investimentos de graça em seu e-mail? Cadastre-se agora em nossa newsletter
Comentários
Leia também
CUIDADO COM OS ATRAVESSADORES

Onde está o seu iate?

Está na hora de tirar os intermediários do processo de investimento para deixar o dinheiro com os investidores

MAIOR IPO DA HISTÓRIA

Saudi Aramco: como o príncipe-herdeiro da Arábia Saudita vendeu por trilhões a petroleira que seu avô comprou por uma ninharia

Anteontem, quinta-feira, dia 12, exatamente às 14:50, o José Castro (Zezinho), um dos especialistas em ações da Inversa, postou o seguinte comentário no WhatsApp: + + Valor de mercado da Saudi Aramco supera US$ 2 trilhões no segundo dia de negociação da ação após IPO. + + Na Bolsa de Riad, papel subiu hoje (12.12.2019) […]

VENDA DE AÇÕES

Cofundador da Uber vende cerca de US$ 166 milhões em ações da gigante em dezembro

O fundador de 43 anos fez a venda de mais de 5,8 milhões de papéis da Uber nos últimos três dias úteis desta semana

MAIS LIDAS

O bilionário sem dinheiro

O que eu vou falar agora pode parecer contraditório. Muita gente rica tem a grana curta. O bilionário Elon Musk é um caso clássico disso. É que 99% da sua fortuna está aplicada em ações da Tesla, a montadora de carros elétricos criada por ele. Dinheiro na conta ele tem pouco (certamente muito mais do […]

ADIADA

Governo adia para 2021 fim de taxa em aeroportos

De acordo com ele, a proposta será incluída apenas na Lei Orçamentária Anual de 2021, portanto, a taxa será mantida no ano que vem

Boas novas

SulAmérica vai pagar R$ 110 milhões em juros sobre capital próprio

O pagamento foi aprovado pelo conselho de administração da companhia e terão direito os acionistas na base da empresa em 18 de dezembro, com as ações sendo negociadas “ex” juros a partir do dia seguinte

acordo

Governo brasileiro avalia positivamente acordo entre EUA e China

Para Marcos Troyjo, as vantagens que o Brasil terá com o fim das incertezas causadas pela guerra comercial entre os dois países superam qualquer ganho pontual de mercado que o País teve com a disputa

ALÔ, ACIONISTA!

B3 vai pagar R$ 389 milhões de juros sobre capital próprio

O pagamento de JCP também é uma forma de distribuir lucros, mas em vez de terem um benefício tributário para os acionistas, como ocorre com os dividendos, os Juros sobre Capital Próprio beneficiam a empresa

Projeções para 2020

Os melhores investimentos do mundo: as apostas da BlackRock para 2020

Entre os ativos preferidos da gestora global para o ano que vem estão as ações e os títulos de renda fixa dos mercados emergentes

MUDANÇAS À VISTA?

Concessionária de Viracopos ‘sinaliza’ com processo de devolução, diz ministro

No fim de novembro, a Aeroportos Brasil, administradora de Viracopos, protocolou na Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) as considerações finais do processo de caducidade (extinção) do terminal de Campinas

Leilões

Governo projeta até 44 leilões para 2020, incluindo a rodovia presidente Dutra

Em 2019, segundo o ministro, o governo realizou 27 licitações. Foram 13 terminais portuários, um trecho da Ferrovia Norte-Sul, as rodovias BR-364 e 365 e 12 aeroportos

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements