Menu
2019-06-12T19:30:38+00:00
Victor Aguiar
Victor Aguiar
Jornalista formado pela Faculdade Cásper Líbero e com MBA em Informações Econômico-Financeiras e Mercado de Capitais pelo Instituto Educacional BM&FBovespa e UBS Escola de Negócios. Trabalhou nas principais redações de economia do país, como Bloomberg, Agência CMA, Agência Estado/Broadcast e Valor Econômico.
Fase difícil

Nintendo anuncia novos jogos e empolga as redes sociais. Mas o mercado ficou decepcionado

Um dos nomes mais tradicionais da indústria de videogames, a Nintendo anunciou novidades durante a E3, importante evento do setor. Mas o mercado queria mais que um novo jogo da série Zelda

12 de junho de 2019
15:57 - atualizado às 19:30
Nintendo Switch ligado e mostrando o jogo Super Mario Odyssey
A Nintendo anunciou novidades para o Switch, mas o mercado esperava mais - Imagem: Shutterstock

Videogames têm um alto valor nostálgico para mim. É um assunto que me transporta automaticamente para algum ponto do início dos anos 90, quando eu e meu irmão passávamos horas e horas na companhia do bom e velho Master System.

A indústria dos videogames mudou muito desde então. Não há mais cartuchos a serem assoprados, não existe mais a rivalidade entre Sonic e Mario e eu não tenho mais um vizinho para trocar fitas durante o fim de semana. Confesso que, no mundo ultramoderno dos games de hoje, eu me sinto meio perdido — ainda gosto de jogar uma coisa ou outra, mas é como se eu pertencesse a outra geração.

Então, é muito reconfortante para mim ver que a Nintendo, uma das gigantes da minha época de ouro de gamer, segue firme nesse ringue — outras potências do início dos anos 90, como Atari e Sega, estão muito distantes do auge. E, ontem, a empresa japonesa fez anúncios importantes para seu futuro.

Quer nossas melhores dicas de investimentos de graça em seu e-mail? Cadastre-se agora em nossa newsletter
Quer nossas melhores dicas de investimentos de graça em seu e-mail? Cadastre-se agora em nossa newsletter

A Nintendo é um dos destaques da edição de 2019 da Electronic Entertainment Expo (E3), principal evento global da indústria de videogames. E, ontem, anunciou novos jogos, com destaque para uma nova entrada na franquia The Legend of Zelda — ei, esse é da minha época!

Outros lançamentos também foram revelados ao público, quase todos para o Nintendo Switch, o console mais recente da empresa. E, a julgar pela reação nas redes sociais, as novidades foram muito bem recebidas.

Assim, tomado pela nostalgia e vendo o entusiasmo no Facebook e no Twitter, sentenciei em minha cabeça: "as ações da Nintendo vão reagir bem". Eu errei feio.

Uma vida a menos

Para a minha surpresa, os ativos da Nintendo tiveram uma sessão bastante negativa na bolsa de Tóquio, fechando o pregão desta quarta-feira (12) em baixa de 3,53%, a 37.980 ienes — o que representa uma perda de mais de US$ 1 bilhão em valor de mercado, considerando a cotação atual do dólar.

E não é que o mercado não gostou do que foi mostrado ao público na E3. A questão, aqui, foi o que deixou de ser anunciado — trazendo frustração aos agentes financeiros.

O principal ponto de decepção diz respeito ao jogo Animal Crossing: New Horizons, novo episódio de uma franquia particularmente popular no Japão. O game tinha previsão de lançamento para o segundo semestre deste ano, mas uma data definitiva não foi confirmada pela Nintendo. Pelo contrário: o título foi adiado para março de 2020.

Analistas apontavam o novo Animal Crossing como fundamental para impulsionar as vendas do Nintendo Switch neste ano — inicialmente, o jogo seria lançado antes do Natal, o que serviria para dar novo fôlego ao console.

Com esse atraso, o mercado adotou uma postura de ceticismo quanto ao cumprimento das projeções da Nintendo para 2019. A empresa japonesa estima que, neste ano fiscal — período que vai de abril até março de 2020 —, serão vendidas 18 milhões de unidades do Switch e outras 125 milhões de cópias de software para o console.

No período entre abril de 2018 e março deste ano, as vendas do Switch somaram pouco menos de 17 milhões de unidades no mundo todo. Os softwares — ou seja, jogos e outros dispositivos de mídia — totalizaram pouco menos de 118,5 milhões de cópias.

Nível hard

Outros pontos da apresentação da Nintendo na E3 também decepcionaram o mercado. A falta de maiores novidades em termos de hardware levantou algumas dúvidas, já que o Switch já foi lançado há mais de dois anos.

O atual carro chefe diferencia-se dos seus principais rivais na atual geração de videogames, como Playstation 4 (Sony) e Xbox One (Microsoft), por sua versatilidade — ele pode ser ligado numa TV ou funcionar como console portátil. Por outro lado, o Switch possui uma capacidade gráfica menos avançada que a dos concorrentes.

O fato de a Nintendo continuar sem mostrar maiores esforços no segmento de jogos para smartphones e tablets também não foi visto com bons olhos pelo mercado — esse filão possui uma base cada vez maior de usuários e é apontado por analistas como decisivo para o futuro da indústria de videogames.

Assim, ao se focar num modelo mais, digamos, tradicional na E3, a Nintendo deixou um gosto amargo na boca do mercado, que esperava que a gigante japonesa fosse além do arroz com feijão. Um novo jogo da série Zelda é ótimo e serve para agradar aos saudosistas, como eu, mas não é suficiente para garantir o bom desempenho das ações da empresa.

Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

App da Pi

Aplique de forma simples, transparente e segura

Não é nada disso

Telefônica nega conversas para comprar a Oi e presidente sinaliza prioridade para o leilão de 5G

Informações de mercado apontavam para um interesse pelas redes móveis da Oi, que abrangem as tecnologias 3G e 4G, e não nas redes fixas

pequenas mudanças

5 hábitos de pessoas ricas que qualquer um pode adotar para preservar seu dinheiro

Na hora de ganhar dinheiro, você deve estar atento não só no seu trabalho e seus investimentos, mas em pequenos hábitos e na postura para tomada de decisões; aqui vão algumas dicas adotadas por pessoas ricas

Mercados

Fed corta juros e não descarta novas reduções

Decisão do Federal Reserve (Fed), banco central americano, veio em linha com o esperado pelo mercado. Dois diretores votaram pela manutenção e um por corte de meio ponto. Trump já reclamou

uma mudança aqui

Relator da reforma tributária propõe ‘zona franca’ para seu reduto eleitoral

Estrutura não estava prevista na proposta original e foi colocada pelo senador no relatório apresentado nesta quarta-feira, 18, na CCJ

Sem taxa!

Governo zera imposto de importação de 532 produtos de informática, telecomunicações e bens de capital

Medida que entra em vigor imediatamente contempla diversos produtos importantes para a produção industrial e de serviços no Brasil

Caiu

Relator apresenta parecer de reforma do Senado sem CPMF e sem desoneração

Relator dividiu o imposto em duas partes, adotando o chamado IVA dual: um com a fusão dos cinco impostos e contribuições federais (IPI, Cofins, PIS, IOF e salário-educação) e outro com a junção do ICMS (estadual) e do ISS (municipal)

Os queridinhos

Os melhores países para se investir nesse momento (e o Brasil está na lista!)

Empreendedores e executivos listaram os melhores países para se investir analisando aspectos econômicos, sociais e culturais

juntas

Cade aprova parceria Raízen e Femsa para expansão de lojas de conveniência

Empresas esperam competir com grandes varejistas, como Pão de Açúcar e Carrefour, que já têm lojas de proximidade em todo País.

Títulos públicos

Veja os preços e as taxas do Tesouro Direto nesta quarta-feira

Confira os preços e taxas de todos os títulos públicos disponíveis para compra e resgate

Petróleo

Trump pede aumento substancial das sanções contra o Irã

Presidente Donald Trump diz que instruiu seu secretário do Tesouro a aumentar restrições comerciais e financeiras ao país

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements