Menu
2019-07-16T15:20:11-03:00
Vinícius Pinheiro
Vinícius Pinheiro
Formado em jornalismo, com MBA em Derivativos e Informações Econômico-Financeiras pela FIA. Trabalhou por 18 anos nas principais redações do país, como Agência Estado/Broadcast, Gazeta Mercantil e Valor Econômico. É coautor do ensaio “Plínio Marcos, a crônica dos que não têm voz" (Boitempo) e escreveu os romances “O Roteirista” (Rocco), “Abandonado” (Geração) e "Os Jogadores" (Planeta).
Bolsa

Ibovespa deve ter duas novidades na próxima carteira: BTG Pactual e NotreDame Intermédica

Foi o próprio BTG que fez os cálculos a partir dos critérios usados pela B3 para determinar quais ações fazem parte do Ibovespa, que terá nova composição a partir de setembro

16 de julho de 2019
14:31 - atualizado às 15:20
Sede da B3
Imagem: Shutterstock.com

O Ibovespa, principal índice de ações da bolsa, deve ganhar duas novas ações na carteira que terá validade entre setembro e dezembro: NotreDame Intermédica (GNDI3) e BTG Pactual (BPAC11).

Os cálculos foram feitos pela equipe de análise do próprio BTG Pactual a partir dos critérios usados pela B3 para determinar quais ações fazem parte do Ibovespa.

A bolsa faz um rebalanceamento dos papéis que compõem a cesta a cada quadrimestre. A carteira atual conta com 66 ações ou units (certificados de ações) de 63 empresas. As ações preferenciais do Itaú Unibanco (ITUB4) possuem hoje a maior participação no Ibovespa, com aproximadamente 10%.

Quer nossas melhores dicas de investimentos de graça em seu e-mail? Cadastre-se agora em nossa newsletter
Quer nossas melhores dicas de investimentos de graça em seu e-mail? Cadastre-se agora em nossa newsletter

Nas contas dos analistas do BTG, as units do banco devem entrar com uma participação de 0,64%, enquanto as ações da NotreDame Intermédica deverão ter um peso de 0,90% na carteira do principal índice da bolsa.

Existe ainda uma chance de os papéis do Carrefour Brasil (CRFB3) aparecerem entre as novidades, mas se a renovação da carteira acontecesse hoje eles não entrariam, escreveram os analistas, em um relatório a clientes.

Antes de entrar efetivamente em vigor, a bolsa divulga três prévias da próxima carteira do Ibovespa, sendo a primeira no dia 1º de agosto. O BTG não espera que nenhuma ação deixe o índice no próximo rebalanceamento. Confira também a nossa cobertura de completa de mercados hoje.

Bancos ampliam presença

Em uma avaliação por setores, quem mais deve ganhar presença na próxima carteira do Ibovespa em termos percentuais são as ações de saúde, de 0,74% para 1,62%.

Os bancos, que já possuem a maior participação no principal índice de B3, devem ampliar um pouco mais o domínio e ter o peso ampliado de 28,82% para 29,14% da carteira, ainda de acordo com o BTG. O setor de óleo e gás (basicamente Petrobras) é o que mais deve perder espaço no Ibovespa a partir de setembro, de 12,68% para 12,37%.

Como investir?

Para quem deseja investir em bolsa com uma exposição semelhante à da carteira do Ibovespa, existem duas formas: a primeira é por meio dos fundos de índice, mais conhecidos pela sigla em inglês ETF. Eles são negociados em bolsa como se fossem uma ação.

Existem quatro deles hoje que têm como objetivo seguir o Ibovespa: o BOVA11, sob gestão da BlackRock, o BOVV11, do Itaú, o XBOV11 (Caixa) e o recém-lançado BOVB11, do Bradesco.

Outra maneira de aplicar em uma carteira que acompanha o Ibovespa é via fundos de ações. Em ambos os casos, vale a pena conferir antes os custos, como a taxa de administração.

Mas com tantas opções disponíveis, qual a melhor forma? A nossa colunista Luciana Seabra dedicou uma coluna para responder a essa questão.

Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

Quem é a Pi

Uma plataforma de investimentos feita para ajudar a atingir seus objetivos por meio de uma experiência #simples, #segura, #acessível e #transparente.

VENDA DE AÇÕES

Cofundador da Uber vende cerca de US$ 166 milhões em ações da gigante em dezembro

O fundador de 43 anos fez a venda de mais de 5,8 milhões de papéis da Uber nos últimos três dias úteis desta semana

MAIS LIDAS

O bilionário sem dinheiro

O que eu vou falar agora pode parecer contraditório. Muita gente rica tem a grana curta. O bilionário Elon Musk é um caso clássico disso. É que 99% da sua fortuna está aplicada em ações da Tesla, a montadora de carros elétricos criada por ele. Dinheiro na conta ele tem pouco (certamente muito mais do […]

ADIADA

Governo adia para 2021 fim de taxa em aeroportos

De acordo com ele, a proposta será incluída apenas na Lei Orçamentária Anual de 2021, portanto, a taxa será mantida no ano que vem

Boas novas

SulAmérica vai pagar R$ 110 milhões em juros sobre capital próprio

O pagamento foi aprovado pelo conselho de administração da companhia e terão direito os acionistas na base da empresa em 18 de dezembro, com as ações sendo negociadas “ex” juros a partir do dia seguinte

acordo

Governo brasileiro avalia positivamente acordo entre EUA e China

Para Marcos Troyjo, as vantagens que o Brasil terá com o fim das incertezas causadas pela guerra comercial entre os dois países superam qualquer ganho pontual de mercado que o País teve com a disputa

ALÔ, ACIONISTA!

B3 vai pagar R$ 389 milhões de juros sobre capital próprio

O pagamento de JCP também é uma forma de distribuir lucros, mas em vez de terem um benefício tributário para os acionistas, como ocorre com os dividendos, os Juros sobre Capital Próprio beneficiam a empresa

Projeções para 2020

Os melhores investimentos do mundo: as apostas da BlackRock para 2020

Entre os ativos preferidos da gestora global para o ano que vem estão as ações e os títulos de renda fixa dos mercados emergentes

MUDANÇAS À VISTA?

Concessionária de Viracopos ‘sinaliza’ com processo de devolução, diz ministro

No fim de novembro, a Aeroportos Brasil, administradora de Viracopos, protocolou na Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) as considerações finais do processo de caducidade (extinção) do terminal de Campinas

Leilões

Governo projeta até 44 leilões para 2020, incluindo a rodovia presidente Dutra

Em 2019, segundo o ministro, o governo realizou 27 licitações. Foram 13 terminais portuários, um trecho da Ferrovia Norte-Sul, as rodovias BR-364 e 365 e 12 aeroportos

O Ibovespa e o eu do futuro

A Helena, minha filha de nove anos, e os amigos da escola decidiram escrever uma carta para o “eu do futuro” como trabalho de final de ano – hoje é o último dia de aula. Eu nunca tive esse tipo de atividade quando criança, mas já pensei várias vezes em como seria fazer algo do […]

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements