Menu
2019-06-12T17:20:19+00:00
Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
Na ponta do lápis

Despesas do governo superam receitas em R$ 2,416 trilhões em 2018, diz Tesouro

Número anunciado nesta quarta-feira é menor que o de 2017, quando o passivo a descoberto era de R$ 2,426 trilhões

12 de junho de 2019
17:19 - atualizado às 17:20
Dinheiro; notas e moedas de real
Imagem: Shutterstock

O patrimônio líquido da União, que leva em conta os passivos e ativos do governo, encerrou 2018 negativo em R$ 2,416 trilhões.

O número é menor que o de 2017, quando o passivo a descoberto era de R$ 2,426 trilhões. A diferença, segundo o Tesouro, se deu por uma mudança na metodologia, "para se adequar a novas normas de contabilidade".

O passivo da União, que inclui todas as obrigações, empréstimos e provisões, somou no ano passado R$ 7,684 trilhões. Já o ativo total somou R$ 5,26 trilhões.

Quer nossas melhores dicas de investimentos de graça em seu e-mail? Cadastre-se agora em nossa newsletter
Quer nossas melhores dicas de investimentos de graça em seu e-mail? Cadastre-se agora em nossa newsletter

Relatório divulgado nesta quarta-feira, 12, pelo Tesouro Nacional mostra que, enquanto os passivos crescem com o aumento das provisões, sobretudo previdenciárias, parte do ativo que a União tem a receber encontra dificuldades para voltar para o caixa. É o caso dos valores inscritos em dívida ativa e dos créditos tributários. Do estoque total de créditos tributários, apenas 14,87% (R$ 601 bilhões em R$ 4,045 trilhões) foram considerados recuperáveis em 2018 (14,91% em 2017).

"Isso ocorre devido ao fato de que, quando um crédito tributário é lançado, o contribuinte, amparado pela legislação, dispõe de amplo direito de defesa administrativa e judicial, além da possibilidade de aderir a programas de parcelamentos de longo prazo, impactando a expectativa de recuperação desses créditos tanto em termos de valores quanto em termos de prazo", explica o Tesouro.

Pelo lado do passivo, o destaque é para R$ 4,89 trilhões em empréstimos e financiamentos e R$ 1,63 trilhões em provisões a longo prazo. Desse grupo, 75% ou, R$ 1,22 trilhão, eram provisões previdenciárias de servidores públicos civis.

O relatório mostra que o estoque de precatórios (valores pagos relativos a perdas da União em causas judiciais) tem crescido ano a ano e, em 2018, reuniu R$ 36 bilhões. Desses, os valores relacionados a despesas com pessoal e benefícios previdenciários questionados somaram R$ 13 bilhões.

*Com Estadão Conteúdo.

Comentários
Leia também
ENCRUZILHADA FINANCEIRA

Confissões de um investidor angustiado

Não vou mais me contentar com os ganhos ridículos que estou conseguindo hoje nas minhas aplicações. Bem que eu queria ter alguém extremamente qualificado – e sem conflito de interesses – para me ajudar a investir. Só que eu não tenho o patrimônio do Jorge Paulo Lemann. E agora?

Não é nada disso

Telefônica nega conversas para comprar a Oi e presidente sinaliza prioridade para o leilão de 5G

Informações de mercado apontavam para um interesse pelas redes móveis da Oi, que abrangem as tecnologias 3G e 4G, e não nas redes fixas

pequenas mudanças

5 hábitos de pessoas ricas que qualquer um pode adotar para preservar seu dinheiro

Na hora de ganhar dinheiro, você deve estar atento não só no seu trabalho e seus investimentos, mas em pequenos hábitos e na postura para tomada de decisões; aqui vão algumas dicas adotadas por pessoas ricas

Mercados

Fed corta juros e não descarta novas reduções

Decisão do Federal Reserve (Fed), banco central americano, veio em linha com o esperado pelo mercado. Dois diretores votaram pela manutenção e um por corte de meio ponto. Trump já reclamou

uma mudança aqui

Relator da reforma tributária propõe ‘zona franca’ para seu reduto eleitoral

Estrutura não estava prevista na proposta original e foi colocada pelo senador no relatório apresentado nesta quarta-feira, 18, na CCJ

Sem taxa!

Governo zera imposto de importação de 532 produtos de informática, telecomunicações e bens de capital

Medida que entra em vigor imediatamente contempla diversos produtos importantes para a produção industrial e de serviços no Brasil

Caiu

Relator apresenta parecer de reforma do Senado sem CPMF e sem desoneração

Relator dividiu o imposto em duas partes, adotando o chamado IVA dual: um com a fusão dos cinco impostos e contribuições federais (IPI, Cofins, PIS, IOF e salário-educação) e outro com a junção do ICMS (estadual) e do ISS (municipal)

Os queridinhos

Os melhores países para se investir nesse momento (e o Brasil está na lista!)

Empreendedores e executivos listaram os melhores países para se investir analisando aspectos econômicos, sociais e culturais

juntas

Cade aprova parceria Raízen e Femsa para expansão de lojas de conveniência

Empresas esperam competir com grandes varejistas, como Pão de Açúcar e Carrefour, que já têm lojas de proximidade em todo País.

Títulos públicos

Veja os preços e as taxas do Tesouro Direto nesta quarta-feira

Confira os preços e taxas de todos os títulos públicos disponíveis para compra e resgate

Petróleo

Trump pede aumento substancial das sanções contra o Irã

Presidente Donald Trump diz que instruiu seu secretário do Tesouro a aumentar restrições comerciais e financeiras ao país

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements