Menu
2019-06-12T17:20:19+00:00
Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
Na ponta do lápis

Despesas do governo superam receitas em R$ 2,416 trilhões em 2018, diz Tesouro

Número anunciado nesta quarta-feira é menor que o de 2017, quando o passivo a descoberto era de R$ 2,426 trilhões

12 de junho de 2019
17:19 - atualizado às 17:20
Dinheiro; notas e moedas de real
Imagem: Shutterstock

O patrimônio líquido da União, que leva em conta os passivos e ativos do governo, encerrou 2018 negativo em R$ 2,416 trilhões.

O número é menor que o de 2017, quando o passivo a descoberto era de R$ 2,426 trilhões. A diferença, segundo o Tesouro, se deu por uma mudança na metodologia, "para se adequar a novas normas de contabilidade".

O passivo da União, que inclui todas as obrigações, empréstimos e provisões, somou no ano passado R$ 7,684 trilhões. Já o ativo total somou R$ 5,26 trilhões.

Quer nossas melhores dicas de investimentos de graça em seu e-mail? Cadastre-se agora em nossa newsletter
Quer nossas melhores dicas de investimentos de graça em seu e-mail? Cadastre-se agora em nossa newsletter

Relatório divulgado nesta quarta-feira, 12, pelo Tesouro Nacional mostra que, enquanto os passivos crescem com o aumento das provisões, sobretudo previdenciárias, parte do ativo que a União tem a receber encontra dificuldades para voltar para o caixa. É o caso dos valores inscritos em dívida ativa e dos créditos tributários. Do estoque total de créditos tributários, apenas 14,87% (R$ 601 bilhões em R$ 4,045 trilhões) foram considerados recuperáveis em 2018 (14,91% em 2017).

"Isso ocorre devido ao fato de que, quando um crédito tributário é lançado, o contribuinte, amparado pela legislação, dispõe de amplo direito de defesa administrativa e judicial, além da possibilidade de aderir a programas de parcelamentos de longo prazo, impactando a expectativa de recuperação desses créditos tanto em termos de valores quanto em termos de prazo", explica o Tesouro.

Pelo lado do passivo, o destaque é para R$ 4,89 trilhões em empréstimos e financiamentos e R$ 1,63 trilhões em provisões a longo prazo. Desse grupo, 75% ou, R$ 1,22 trilhão, eram provisões previdenciárias de servidores públicos civis.

O relatório mostra que o estoque de precatórios (valores pagos relativos a perdas da União em causas judiciais) tem crescido ano a ano e, em 2018, reuniu R$ 36 bilhões. Desses, os valores relacionados a despesas com pessoal e benefícios previdenciários questionados somaram R$ 13 bilhões.

*Com Estadão Conteúdo.

Comentários
Leia também
OS MELHORES INVESTIMENTOS NA PRATELEIRA

Garimpei a Pi toda e encontrei ouro

Escolhi dois produtos de renda fixa para aplicar em curto prazo e dois para investimentos mais duradouros. Você vai ver na prática – e com a translucidez da matemática – como seu dinheiro pode render mais do que nas aplicações similares dos bancos tradicionais.

Fazendo as contas

Guedes: preço do gás pode cair 40% e PIB industrial crescer 8,46%

Ministro afirmou que a quebra do monopólio do gás é um movimento de mercado, mas o governo federal não vai socorrer os Estados

Canetada

Bolsonaro diz que vetará possibilidade de Congresso definir nomes para agências

Bolsonaro disse que as agências reguladoras têm poder muito grande e que a prerrogativa do presidente indicar seus chefes é “muito importante”

Seu Dinheiro na sua noite

Alguém anotou a placa?

Na perspectiva de Mercúrio, um personagem da série X-Men dotado de supervelocidade, o resto do mundo é que se movimenta como se estivesse em câmera lenta. Já ficou conhecida a fantástica cena de um dos filmes da franquia em que Mercúrio salva todos os heróis de uma explosão. A graça é que a sequência toda […]

Vai um aeroporto aí?

Governo quer privatizar aeroportos de Congonhas e Santos Dumont em 2021 ou 2022

De acordo Tarcísio Freitas, a ideia do governo é transferir todos os aeroportos da Infraero para a iniciativa privada até 2021

Sinais?

Investidor estrangeiro está indo de ações e fundos para a renda fixa, diz Banco Central

Dados do banco mostraram que, em maio, houve saída líquida de US$ 2,448 bilhões em ações e fundos

Passando a tesoura

Governo vai reduzir estimativa para crescimento do PIB neste ano

A última previsão oficial, utilizada como parâmetro para as revisões orçamentárias, de 1,6%, foi divulgada em maio

Quem dá mais?

Justiça manda leiloar Lamborghini de Eike Batista e lancha de Sérgio Cabral

Bem mais caro colocado em leilão por Bretas, que ocorre no próximo dia 4, é a lancha Intermarine 680, também de Eike

Eu também quero!

Unidas acompanha Movida e anuncia parceria para instalar pagamentos automáticos em sua frota de veículos

Segunda maior locadora de automóveis do Brasil anunciou uma parceria com a Veloe, unidade de negócios da Alelo, do Banco do Brasil e Bradesco

Um toma lá dá cá

Joice Hasselmann cita ajustes na reforma da Previdência e projeta economia perto de R$ 1,1 trilhão

Deputada afirmou que o porta-voz da Presidência, general Otávio Rêgo Barros, anunciará as alterações nesta segunda ou terça-feira

Tudo tem um porém

Fitch: reforma da Previdência tem progresso, mas riscos ao crescimento persistem

Agência de classificação de risco ressalta que novas medidas fiscais serão necessárias para estabilizar a expansão da dívida pública

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements