Menu
Victor Aguiar
Publicações
Sem estresse

Apesar da guerra comercial, o Ibovespa e as bolsas globais tiveram um dia zen

O clima mais ameno nos mercados globais permitiu que o Ibovespa tivesse um dia bastante tranquilo e retomasse os 104 mil pontos

Recuperação em bloco

Com a demanda aquecida, os balanços das construtoras têm tudo para ser fortes neste trimestre

As expectativas dos analistas em relação ao balanço das construtoras são bastante positivas, em especial para a Cyrela e a EZTec. Com as vendas mais fortes de unidades recém-lançadas, as empresas do setor de média e alta renda tendem a ir particularmente bem; já as companhias do segmento de baixa renda têm potencial para continuar saudáveis, mas mostrando uma evolução menos intensa

Analistas gostaram dos números

Ações da Raia Drogasil disparam e chegam à máxima histórica após balanço

A Raia Drogasil reportou expansão no lucro e um ritmo mais elevado de crescimento nas vendas no conceito mesmas lojas. Com isso, as ações sobem mais de 8%

Pressão na moeda

Com a guerra comercial nos holofotes, o dólar segue em alta e se aproxima de R$ 4,00

A tensão contínua na guerra comercial traz estresse ao mercado de câmbio e joga o dólar à vista para o alto. Já o Ibovespa fechou em alta, ajudado pelas ações do setor bancário

Sem superpoderes

Apesar do sucesso dos Vingadores, a Disney viu seu lucro cair no trimestre

A divisão cinematográfica da Disney teve um resultado forte, mas os demais setores não foram tão bem — o que, somado ao aumento nos custos, impactou os números da companhia

Acelerando

Ações da Marcopolo sobem forte após balanço mostrar recuperação no mercado doméstico

A evolução na produção e nas vendas de carrocerias no mercado interno deu força ao balanço da Marcopolo no segundo trimestre. Os analistas aprovaram o balanço — e as ações avançam

Terreno acidentado

A guerra comercial trouxe instabilidade ao solo do Ibovespa e mexeu com a topografia do mercado

Após as fortes perdas de segunda-feira, o Ibovespa e as bolsas globais se recuperaram e fecharam em altas firmes; o dólar à vista, contudo, segue pressionado

Guerra comercial pega fogo

Dólar fica acima dos 7 yuans e Trump acusa a China de desvalorizar artificialmente a moeda

O dólar ficou acima do nível de sete yuan pela primeira vez em mais de 10 anos. Nesse cenário, o presidente americano, Donald Trump, fez duras acusações à China, aumentando ainda mais a tensão no front da guerra comercial

Ponto de ebulição

A temperatura subiu rápido na guerra comercial — e o Ibovespa as bolsas globais derreteram

A escalada nas tensões comerciais entre EUA e China elevou a aversão ao risco nos mercados e pressionou fortemente o Ibovespa neste início de semana

Elevando o tom

Imprensa oficial da China diz que o país “nunca se curvará ao truque comercial” dos EUA

A Xinhua, agência de notícias oficial do governo da China, publicou um duro editorial para criticar a postura de Donald Trump e dos EUA na guerra comercial

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements