Menu
Marina Gazzoni

Eu sou a Marina Gazzoni, editora-chefe do Seu Dinheiro. Muito prazer! Tenho mais de 10 anos de experiência em jornalismo econômico nas principais redações do Brasil, como O Estado de S. Paulo, Folha de S. Paulo, G1 e IG.

Cheguei em São Paulo aos 22 anos, puxando uma mala na rodoviária Tietê rumo ao finado hotel Othon. Não sabia que o estabelecimento, que já recebeu a rainha da Inglaterra nos anos 60, era um endereço decadente no centrão de São Paulo. Lá fiquei hospedada para fazer o programa de trainee da Folha de S. Paulo. Cenas lamentáveis da cidade grande me chocavam na época, mas não o suficiente para me fazer desistir do meu sonho: trabalhar em um grande jornal.

Para correr atrás desse objetivo, tive que me mudar mais de uma vez. No meu tempo de adolescente, o jovem de cidade pequena tinha que sair de casa para estudar. E por isso deixei minha cidade lá no Sudoeste do Paraná. A primeira parada foi Florianópolis e o curso de Jornalismo na Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC).

Foi nessa época que comecei a me interessar por economia. Fiz aulas de macro e microeconomia e enchi minha família de orgulho quando consegui um estágio no Banco do Brasil.

Ouvi falar pela primeira vez do Tesouro Direto quando fiz uma disciplina eletiva que ensinava finanças pessoais para universitários. Fiquei surpresa. Escrevi por um ano na agência de notícias interna do banco sobre novidades em títulos de capitalização e planos de previdência privada, mas nunca gastei uma linha para divulgar esse produto escondido na prateleira. Depois disso, virei a louca do Tesouro Direto. Ajudava os conhecidos a comprar títulos públicos e a entender a sopa de letrinhas que definia cada um deles.

Quando mudei para São Paulo, abracei o jornalismo econômico. Fiz MBA em Informação Econômica e Mercado de Capitais no Instituto Educacional da BM&F Bovespa (anos depois rebatizada de B3). Mas a melhor escola foi a redação. Como jornalista, acompanhei de perto as profundas transformações que a economia brasileira passou nos últimos anos.

Vi a euforia da concessão do grau de investimento para o Brasil e também a decepção da sua retirada anos depois. No Estadão, me especializei na cobertura de negócios e entrevistei diversos CEOs de grandes empresas. Nos tempos áureos, escrevia sobre planos de expansão, fábricas novas e grandes investimentos. Anos depois, os temas recorrentes mudaram para fábricas fechadas, demissões e pedidos de recuperação judicial. E foram muitas fusões e aquisições.

No meio de tanta notícia sobre negócios, fiz minhas próprias reflexões sobre o futuro do jornalismo. Fui um dos 19 jornalistas de 17 países premiados pelo Citi Journalistic Excellence Award com um curso na Columbia University, em Nova York. Lá tive acesso às principais tendências internacionais e voltei decidida a abandonar o papel e migrar para o jornalismo online. Meses depois, fui trabalhar no G1 como editora de economia.

Em julho, aceitei o desafio de construir um novo site sobre investimentos, com a proposta de unir o que há de melhor no jornalismo tradicional com a ousadia e o espírito inovador da internet. Hoje me divido entre estudos sobre economia, métricas de audiência e reflexões sobre como fazer o melhor conteúdo digital para você.

Não posso deixar de lembrar que, mesmo no auge da crise brasileira, vi muita gente se dar bem. Empresas e investidores que compraram bons ativos a preço de banana. Empreendedores que enxergaram oportunidades na crise e construíram negócios de sucesso. Eu mesma comprei um apartamento dois dias depois do “Joesley Day” com um bom desconto…

Essas histórias me fazem ser uma eterna otimista. Acredito mesmo que as oportunidades estão por aí, mesmo nas horas difíceis. Eu estou alerta para tentar identificar quais delas estão passando neste momento bem na sua frente e te contar em primeira mão. Essa será a essência do meu trabalho no Seu Dinheiro: garantir que você receberá informações para tomar decisões mais inteligentes para a construção do seu patrimônio.

Grande abraço

Marina Gazzoni

Mostrar mais
Publicações
Tudo que vai mexer com seu dinheiro hoje

A renda fixa varia…

Eu já contei por aqui que fiquei fascinada quando descobri o Tesouro Direto, essa joia que os bancos escondiam dos clientes na prateleira. Me empolguei tanto que fiz o que muito investidor iniciante faz: tirei todo o meu dinheiro da poupança (ok, eram só uns trocados) e comprei títulos públicos. Lá pelo início de 2008 […]

Tudo que vai mexer com seu dinheiro hoje

A bruxa do rendimento negativo saiu do armário

Se você é leitor do Seu Dinheiro, sabe que a poupança é uma furada. Mas pode ser que mesmo assim você tenha deixado algum dinheiro lá. Nessa vida louca que você vive, dá preguiça ficar abrindo conta e movimentando suas economias. Eu te entendo, cara. Em sua defesa, você pode dizer que deixou de ganhar […]

Tudo que vai mexer com seu dinheiro hoje

Quem dá menos?

A competição entre os bancos centrais de quem corta mais a taxa de juros terá nova rodada hoje. O dia será marcado por mais uma “super quarta-feira”, com decisões aqui no Brasil do Comitê de Política Monetária (Copom) e, nos Estados Unidos, do Federal Reserve (Fed). Se você leu a palavra “banco central” e ficou […]

Tudo que vai mexer com seu dinheiro hoje

500 mil pessoas se mexeram em 6 meses

Em 2008, quando a bolsa comemorava a marca de 500 mil investidores pessoa física, eu fiz meu primeiro curso sobre o mercado de ações. Foram duas noites de aula na sede da recém-batizada BM&F Bovespa, hoje B3, no centro de São Paulo. Apesar de ser um curso gratuito, a turma não estava cheia e muita […]

Tudo que vai mexer com seu dinheiro hoje

O passo nº 1 do investidor de sucesso

Esses dias um parente me ligou para perguntar se eu conhecia determinado investimento. Claramente era um esquema de pirâmide financeira. Apesar das minhas explicações, a pessoa insistia que se tratava de algo seguro, afinal, um de seus conhecidos investiu e ganhou um bom dinheiro. Expliquei que não existe esse lance de “retorno garantido” exorbitante em […]

Tudo o que vai mexer com o seu dinheiro hoje

Todo mundo é liberal até bater no seu quintal…

O crash da bolsa de Nova York em 1929, que completou 90 anos ontem, foi só o estopim de uma crise que o seguiu e ficou conhecida como Grande Depressão. Famílias perderam o dinheiro que tinham e que não tinham na bolsa. E, quando digo que não tinham, é que porque pegavam empréstimos para comprar […]

Tudo o que vai mexer com o seu dinheiro hoje

Os dias que abalaram Wall Street

Eu sou fascinada pela história da crise de 1929. Fico impressionada até hoje sobre como a ganância deixou a maioria dos investidores cegos. Os preços das ações subiram tanto e se descolaram dos valores dos ativos que só a irracionalidade justificava sua compra. Por outro lado, quem percebeu os sinais de crise e vestiu a […]

CLIQUE PARA BAIXAR O EBOOK

Ebook exclusivo: 1929 – Quebra da Bolsa de Nova York

Obra está esgotada nas livrarias e sua distribuição é um benefício exclusivo para os leitores Premium

Tudo o que vai mexer com o seu dinheiro hoje

Em busca de um final feliz

Depois de inúmeras tentativas, negociatas e frustrações, a novela da reforma da Previdência pode hoje ter seu final feliz. O Senado deve votar à tarde o projeto em segundo turno, a etapa final para encerrar a questão no Congresso. O texto ficou aquém do R$ 1 trilhão de economia desejado por Paulo Guedes, mas garantiu […]

CONHEÇA TODOS OS SEUS BENEFÍCIOS

Comece por aqui a aproveitar sua assinatura

Toda segunda e quinta-feira, o Seu Dinheiro traz conteúdos novos na sua área Premium. Saiba mais.

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements