🔴 3 ações para LUCRAR com a SELIC em alta: clique aqui e descubra quais são

2022-04-27T15:49:53-03:00
Carolina Gama
BECO SEM SAÍDA

Bye Bye, Putin! A primeira grande empresa chinesa sai da Rússia pela guerra na Ucrânia; entenda por que isso aconteceu

A fabricante de drones DJI Technology se juntou a outras gigantes do Ocidente e anunciou a suspensão das operações no país — e pode não ser a única

27 de abril de 2022
15:49
bandeira da China
O setor imobiliário chinês deve seguir pressionando as bolsas, apesar da recuperação do subíndice de Hong Kong - Imagem: Divulgação

Muitas empresas ocidentais saíram da Rússia para protestar contra a invasão da Ucrânia. Em contraste, as empresas chinesas permaneceram no país — em linha com a postura de Pequim de se abster de críticas a Moscou sobre a guerra.

Desde 24 de fevereiro, quando a invasão da Ucrânia teve início, mais de 200 companhias anunciaram a suspensão de atividades na Rússia. Apple, Heineken, McDonald´s, Nike e Volkswagen são algumas delas. 

Além de protestar contra a guerra, a maioria desses conglomerados citou dificuldades em fazer negócios por conta das sanções econômicas e financeiras impostas pelo Ocidente. Parte deles também temeu pela imagem corporativa, por estar presente em um país invasor. 

Mas, considerando os laços entre Rússia e China, por que a  DJI Technology, empresa chinesa e maior fabricante de drones do mundo, resolveu juntar-se ao grupo ocidental e deixar o território russo? 

As razões para a DJI a sair da Rússia

A gigante de drones DJI Technology informou que suspenderá temporariamente os negócios não só na Rússia, como também na Ucrânia. A empresa justificou a medida afirmando que quer garantir que seus produtos não sejam usados ​​em combate.

Um porta-voz da DJI afirmou nesta quarta-feira (27) que a suspensão dos negócios na Rússia e na Ucrânia "não era para fazer uma declaração sobre nenhum país, mas para fazer uma declaração sobre nossos princípios".

No entanto, a decisão vem depois que autoridades da Ucrânia acusaram a DJI de vazar dados sobre os militares ucranianos para a Rússia — alegações que a fabricante de drones industriais e de consumo classificou como "totalmente falsas".

“A DJI está reavaliando internamente os requisitos de conformidade em várias jurisdições”, disse a empresa, em comunicado. “Aguardando a revisão atual, a DJI suspenderá temporariamente todas as atividades comerciais na Rússia e na Ucrânia.”

China num beco sem saída?

A guerra no leste europeu colocou as empresas chinesas em um beco sem saída. A manutenção das operações na Rússia atraiu críticas internacionais, mas a retirada arriscaria uma reação da população e do governo chinês.

Em fevereiro, a gigante de transporte compartilhado Didi Global reverteu a decisão de deixar a Rússia e o Cazaquistão depois que usuários domésticos a acusaram de sucumbir à pressão dos EUA.

E a DJI pode não estar sozinha nessa: a fabricante de equipamentos de telecomunicações Huawei Technologies também está sob pressão e avalia planos para permanecer — ou deixar — a Rússia. 

*Com informações do Asia Financial e da Reuters

Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

Que pi… é essa?

Eu decidi sair do banco, mas não queria entrar em uma enrascada. Bem, acredito que eu tenha encontrado um portal para fugir dessa Caverna do Dragão das finanças. E cá estou para explicar essa descoberta.

DENTRO DO APP

Quer investir e não sabe como? Nubank (NUBR33) cria programa de educação financeira gratuito; saiba como acessar

A plataforma está disponível apenas para os clientes que possuem ao menos uma ação NUBR33; os conteúdos serão liberados de forma gradual

CORREIO ELEGANTE

Vai ter cartinha: Banco Central admite o óbvio e avisa que a meta de inflação para 2022 está perdida

Com uma semana de atraso, Banco Central divulgou hoje uma versão ‘enxuta’ do Relatório Trimestral da Inflação

NO ESCURO

Ações da Light chegam a cair mais de 11% após saída de CEO — saiba se é hora de vender LIGT3

Raimundo Nonato Alencar de Castro alegou motivos pessoais; sua saída afeta todos os cargos ocupados nos órgãos da administração das subsidiárias controladas ou coligadas da empresa

CÂMBIO NA MÃO

Faz um PicPay para a gringa: empresa libera compra de moedas e transferências internacionais diretamente no aplicativo

É possível adquirir papel-moeda de mais de 20 países utilizando o saldo em carteira e cartão, à vista ou parcelado, além de enviar a receber dinheiro do exterior

POBRES RICASSOS RUSSOS

Sanções contra Putin já bloquearam US$ 30 bilhões das fortunas dos maiores bilionários da Rússia — mas não é só isso

Em 100 dias, a força-tarefa global REPO congelou em torno de US$ 300 bilhões em ativos do banco central russo

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies