A AÇÃO QUE ESTÁ REVOLUCIONANDO A INFRAESTRUTURA DO BRASIL E PODE SUBIR 50%. BAIXE UM MATERIAL GRATUITO

2022-06-30T11:31:24-03:00
Camille Lima
CAOS EM CRIPTO

Coreia do Norte está por trás do ataque que roubou US$ 100 milhões da ponte do ethereum (ETH)? Entenda

Após o Lazarus ser considerado responsável pelo maior golpe hacker da história das criptomoedas na rede do Axie Infinity, empresas acusam o país asiático de ter financiado o ataque na plataforma Horizon

30 de junho de 2022
11:31
Ataques hackers de DeFi levaram cerca de US$ 1,3 bilhão em criptomoedas
Imagem: Shuttertstock

“A vida imita a arte”, já diz a velha máxima. Na ficção, a Netflix lançará uma versão coreana de “La Casa de Papel”; no mundo real, desconfia-se que um crime milionário esteja associado ao governo da Coreia do Norte: Pyonyang pode estar por trás de um ataque hacker no universo de criptomoedas.

Deixe-me explicar melhor. Está lembrado do ataque que a Horizon, uma ponte para a blockchain de ethereum (ETH) operada pela Harmony, sofreu na semana passada? 

Há exatos sete dias, os golpistas levaram o equivalente a US$ 100 milhões em ativos digitais da empresa norte-americana. 

Após análises, três empresas de investigação digital chegaram a uma conclusão: provavelmente os responsáveis pelo crime na Horizon foram hackers patrocinados pelo governo norte-coreano.

Se as suspeitas forem confirmadas, este ataque será o oitavo golpe associado à Coreia do Norte somente neste ano, totalizando aproximadamente US$ 1 bilhão em fundos roubados, segundo a empresa de análise on-chain Chainalysis. 

A Coreia do Norte financiou o ataque à Horizon?

As empresas de investigação acreditam que o modo com o qual o golpe foi feito é semelhante a outros ataques que já foram ligados à Coreia do Norte. 

“Isso parece um hack norte-coreano com base no comportamento da transação”, disse Nick Carlsen, ex-analista do FBI que investiga os roubos de criptomoedas da Coreia do Norte para a norte-americana TRM Labs.

Vale destacar que não é de hoje que a Coreia do Norte é acusada de envolvimento em ataques cibernéticos para contornar as sanções do Ocidente. Integrantes da ONU chegaram a afirmar que o país utiliza os ativos roubados para financiar programas nucleares.

De acordo com a empresa Elliptic, de análise de blockchain, existem “fortes indícios” que apontam que o Lazarus Group, um grupo de hackers norte-coreano ligado a Pyongyang, orquestrou o ataque.

Segundo autoridades dos Estados Unidos, o Lazarus é controlado pelo serviço de espionagem da Coreia do Norte e já foi acusado de estar envolvido em outros ataques cibernéticos.

No começo de 2022, o Departamento do Tesouro dos EUA ligou o roubo de US$ 600 milhões na Ronin (a rede do jogo de criptomoedas Axie Infinity), no maior golpe hacker da história dos ativos digitais, ao Lazarus.

Qual a estratégia dos hackers?

Para a Chainalysis, companhia que está ajudando a Harmony a investigar o crime, tanto o  estilo do ataque, quanto a velocidade de pagamentos e a lavagem dos ativos para ofuscar a origem são parecidas com outras de golpes norte-coreanos.

O que quero dizer com “lavagem”? De acordo com a Elliptic, para eliminar qualquer rastro do crime, os golpistas imediatamente converteram a maior parte dos fundos roubados para ethereum.

“O ladrão está tentando quebrar a trilha da transação de volta ao roubo original. Isso torna mais fácil sacar os fundos em uma exchange”, disse a Elliptic em relatório.

De acordo com a companhia, os hackers começaram a lavar os ativos roubados por meio do Tornado Cash, um serviço usado para dificultar o rastreamento dos fundos, embaralhando as chaves e endereços de transação utilizando carteiras falsas. A empresa afirmou que, até agora, aproximadamente US$ 39 milhões em ETH foram enviados para a Tornado.

*Com informações de The Guardian e Reuters

Leia também:

Comentários
Leia também
UMA OPÇÃO PARA SUA RESERVA DE EMERGÊNCIA

Um ‘Tesouro Direto’ melhor que o Tesouro Direto

Você sabia que existe outro jeito de investir a partir de R$ 30 em títulos públicos e com um retorno maior? Fiz as contas e te mostro o caminho

NOITE CRIPTO

Bitcoin (BTC) sente pressão do Fed e recua na semana, enquanto ethereum (ETH) sustenta alta impulsionada pela “The Merge”; entenda

18 de agosto de 2022 - 20:25

O ethereum (ETH) vence a letargia do mercado hoje ainda impulsionado pela The Merge, atualização que, segundo analista, foi enfim “descoberta” pelo mercado

ELEIÇÕES 2022

Bolsonaro aparece no retrovisor de Lula, mas petista ainda pode levar no primeiro turno, segundo Datafolha

18 de agosto de 2022 - 20:00

Essa é a primeira pesquisa de intenção de voto divulgada após o início oficial da campanha presidencial, que começou há dois dias

REBATEU FAKE NEWS

“Estou meio acostumada a tomar paulada”: Luiza Trajano fala sobre política, empreendedorismo e os desafios do Magalu (MGLU3)

18 de agosto de 2022 - 19:13

A empresária rebateu alguns dos principais boatos que envolvem o seu nome e comentou as perspectivas do varejo no TAG Summit 2022

MAIS UM PASSO

Unindo os jalecos: acionistas do Fleury (FLRY3) e Hermes Pardini (PARD3) aprovam a fusão entre as companhias

18 de agosto de 2022 - 19:12

Os acionistas de Fleury (FLRY3) e Hermes Pardini (PARD3) deram aval para a junção dos negócios das companhias; veja os detalhes

o melhor do seu dinheiro

Ibovespa faz o dever de casa, o futuro das petroleiras e quem vai ficar com Congonhas; confira os destaques do dia

18 de agosto de 2022 - 18:40

Passado o grande evento da semana — a divulgação de ontem (17) da ata da última reunião do Federal Reserve — os investidores tiveram pouco com o que trabalhar nesta quinta-feira (18), levando as bolsas globais a mais um dia de muita volatilidade.  A cautela inicial em Nova York e a subida dos juros futuros […]

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies