A AÇÃO QUE ESTÁ REVOLUCIONANDO A INFRAESTRUTURA DO BRASIL E PODE SUBIR 50%. BAIXE UM MATERIAL GRATUITO

2021-03-24T18:17:17-03:00
Ivan Ryngelblum
Ivan Ryngelblum
Jornalista formado pela PUC-SP, com pós-graduação em Economia Brasileira e Globalização pela Fipe. Trabalhou como repórter no Valor Econômico, IstoÉ Dinheiro e Agência CMA.
aquisição de peso

Carrefour Brasil faz big compra, adquirindo Grupo Big por R$ 7,5 bilhões

Aquisição da antiga operação do Walmart no Brasil dará musculatura ao Carrefour, que passará a ter R$ 100 bilhões em vendas brutas

24 de março de 2021
7:23 - atualizado às 18:17
grupo big hipermercado
Imagem: Divulgação

O Carrefour Brasil (CRFB3) vai ficar ainda mais big. No caso, ele vai ficar com o Grupo Big, antiga operação da varejista americana Walmart no país, criando um gigante no setor, com vendas brutas de R$ 100 bilhões.

Em comunicado divulgado na madrugada desta quarta-feira (24) e que certamente pegou o mercado de surpresa, o Carrefour Brasil anunciou que fechou um acordo com o fundo de private equity Advent International e o Walmart para a aquisição do Grupo Big Brasil, por R$ 7,5 bilhões.

A aquisição visa expandir a presença do Carrefour Brasil em regiões onde tem penetração limitada, como o Nordeste e o Sul do país. Ela também permitirá à filial da varejista francesa ganhar musculatura em formatos pouco explorados, como supermercados, por meio da incorporação de 99 lojas das bandeiras Bompreço e Nacional, e das 97 unidades de mercados do tipo soft discount, que praticam preços descontados, com as lojas da marca Todo Dia.

O Carrefour Brasil ainda atuará no segmento de sistema de associados com o formato Sam's Club, através de um contrato de licenciamento com o Walmart.

A estimativa é que a base de clientes, atualmente estimada em 45 milhões de pessoas, cresça fortemente com a adição de mais de 15 milhões de consumidores do Grupo Big.

O Carrefour Brasil estima que a operação terá sinergias desde o primeiro ano, aumentando gradualmente para representar uma contribuição adicional líquida ao lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização (Ebitda, na sigla em inglês) de R$ 1,7 bilhão anualmente, três anos após a conclusão da operação.

Como a incorporação será feita

A aquisição será realizada em duas etapas. Na primeira, o Carrefour Brasil vai adquirir 70% das ações do Grupo Big por R$ 5,25 bilhões, valor que será pago em dinheiro.

Em seguida, uma assembleia geral extraordinária de acionistas do Carrefour Brasil, que ainda será marcada, deliberará a incorporação das ações representativas a 30% do capital social remanescente do Grupo Big.

Para isso, será preciso aprovar a emissão de 116.822.430 novas ações do Carrefour para complementar o valor pago. O valor unitário dos papéis foi calculado com base na média ponderada da cotação dos 30 dias anteriores, ajustado com base nos termos do acordo.

O acordo prevê que o Advent e o Walmart poderão receber um valor a mais com base na eventual valorização das ações do Carrefour Brasil, calculado a partir da valorização das ações em reais entre a data da assinatura e seis meses após o fechamento da operação, multiplicada por um fator de 20 milhões.

Com a conclusão da operação, o grupo francês Carrefour passará a deter 67,7% de participação do Grupo Carrefour Brasil, versus os 71,6% atuais, e a Península Participações, de Abílio Diniz, ficará com 7,2%, enquanto a Advent e o Walmart, através de entidades afiliadas, terão juntos 5,6% de participação.

A expectativa é de que a operação seja concluída em 2022, dependendo da aprovação do Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) e dos acionistas do Carrefour Brasil.

Big surpresa

A operação não era esperada pelo mercado. O Grupo Big, inclusive, estava se preparando para realizar uma oferta pública inicial de ações (IPO, na sigla em inglês), tendo divulgado um prospecto preliminar em outubro do ano passado.

A empresa surgiu em 2018, após a aquisição das operações da americana Walmart no Brasil pelo fundo de investimentos Advent. Além de obter recursos, a ideia do IPO era justamente permitir que os acionistas Walmart e FIP Momentum, da gestora de fundos de private equity Advent International, vendessem suas participações. O organograma societário mostra que o FIP Momentum possui 81,1% do capital social do Grupo BIG, enquanto a Brazil Holdings, do Walmart, tem os outros 18,9%.

O Walmart decidiu sair do País após sentir dificuldades em replicar seu modelo de negócios. A americana sentiu os efeitos de um mercado varejista altamente competitivo e extremamente promocional, além de questões internas, especialmente o fato de a gestão ser centralizada nos Estados Unidos. Ela estava no mercado brasileiro há mais de 20 anos, perdendo dinheiro a maior parte do tempo.

Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

Que pi… é essa?

Eu decidi sair do banco, mas não queria entrar em uma enrascada. Bem, acredito que eu tenha encontrado um portal para fugir dessa Caverna do Dragão das finanças. E cá estou para explicar essa descoberta.

NOITE CRIPTO

Bitcoin (BTC) sente pressão do Fed e recua na semana, enquanto ethereum (ETH) sustenta alta impulsionada pela “The Merge”; entenda

18 de agosto de 2022 - 20:25

O ethereum (ETH) vence a letargia do mercado hoje ainda impulsionado pela The Merge, atualização que, segundo analista, foi enfim “descoberta” pelo mercado

ELEIÇÕES 2022

Bolsonaro aparece no retrovisor de Lula, mas petista ainda pode levar no primeiro turno, segundo Datafolha

18 de agosto de 2022 - 20:00

Essa é a primeira pesquisa de intenção de voto divulgada após o início oficial da campanha presidencial, que começou há dois dias

REBATEU FAKE NEWS

“Estou meio acostumada a tomar paulada”: Luiza Trajano fala sobre política, empreendedorismo e os desafios do Magalu (MGLU3)

18 de agosto de 2022 - 19:13

A empresária rebateu alguns dos principais boatos que envolvem o seu nome e comentou as perspectivas do varejo no TAG Summit 2022

MAIS UM PASSO

Unindo os jalecos: acionistas do Fleury (FLRY3) e Hermes Pardini (PARD3) aprovam a fusão entre as companhias

18 de agosto de 2022 - 19:12

Os acionistas de Fleury (FLRY3) e Hermes Pardini (PARD3) deram aval para a junção dos negócios das companhias; veja os detalhes

o melhor do seu dinheiro

Ibovespa faz o dever de casa, o futuro das petroleiras e quem vai ficar com Congonhas; confira os destaques do dia

18 de agosto de 2022 - 18:40

Passado o grande evento da semana — a divulgação de ontem (17) da ata da última reunião do Federal Reserve — os investidores tiveram pouco com o que trabalhar nesta quinta-feira (18), levando as bolsas globais a mais um dia de muita volatilidade.  A cautela inicial em Nova York e a subida dos juros futuros […]

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies