O melhor time de jornalistas e analistas do Telegram! Inscreva-se agora e libere a sua vaga

2021-07-14T13:51:22-03:00
Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
setor imobiliário

Cyrela e Moura Dubeux divulgam prévias do segundo trimestre; veja os destaques

Cyrela registrou R$ 1,9 bilhão em volume de lançamentos, alta de 658,9%; Moura Dubeux teve volume de vendas e adesões líquidas de R$ 383,3 milhões no segundo trimestre deste ano, alta de 400,7%

12 de julho de 2021
19:26 - atualizado às 13:51
Prédios
Imagem: Shutterstock

A incorporadoras e construtoras Cyrela e Moura Dubeux divulgaram nesta segunda-feira (12) as prévias operacionais do segundo trimestre de 2021, em que registraram aumento nos lançamentos e no volume de vendas.

A Cyrela registrou R$ 1,929 bilhão em volume de lançamentos, alta de 658,9% ante o mesmo período de 2020. A companhia lançou 19 empreendimentos entre abril e junho.

As vendas líquidas contratadas no segundo trimestre somaram R$ 1,560 bilhão, valor 204,5% superior ao registrado no mesmo intervalo do ano anterior e 51% acima do primeiro trimestre do ano.

No semestre, as vendas contratadas atingiram R$ 2,591 bilhões, 91% a mais que no primeiro semestre de 2020. A participação da companhia nas vendas contratadas foi de 86% no período, inferior aos 88% do mesmo trimestre de 2020.

A participação Cyrela nas vendas foi de 87%, ante 84% em 2020. Das vendas líquidas realizadas no segundo trimestre, R$ 239 milhões se referem à venda de estoque pronto (15%), R$ 545 milhões à venda de estoque em construção (35%) e R$ 776 milhões à venda de lançamentos (50%).

Dessa forma, a Cyrela atingiu velocidade de vendas (VSO) de lançamentos de 40,2% no período.

Na Moura Dubeux, vendas e adesões no 2º trimestre chegam a R$ 383 milhões

A Moura Dubeux registrou volume de vendas e adesões líquidas de R$ 383,309 milhões no segundo trimestre deste ano, alta de 400,7% ante o mesmo período do ano passado.

Entre abril e junho, a empresa lançou sete projetos com total de R$ 579 milhões em valor geral de vendas (VGV) bruto e R$ 501 milhões em VGV líquido. Nos últimos 12 meses, o VGV líquido lançado foi de R$ 1,3 bilhão.

A venda sobre oferta (VSO) de lançamentos chegou a 41,9%. As vendas contratadas atingiram R$ 416,191 milhões, crescimento anual de 307,6%. No trimestre, os distratos correntes totalizaram R$ 22,859 milhões, representando 5,6% das vendas e adesões brutas, com aumento de 51,1% na comparação anual.

A Moura Dubeux alcançou R$ 4,1 bilhões em landbank (banco de terrenos), com a aquisição de oito terrenos no período. Somados, os ativos possuem VGV bruto potencial de R$ 721 milhões. A companhia também destaca que teve geração de caixa de R$ 24 milhões no trimestre.

*Com Estadão Conteúdo

Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

Quem é a Pi

Uma plataforma de investimentos feita para ajudar a atingir seus objetivos por meio de uma experiência #simples, #segura, #acessível e #transparente.

PERSONA NON GRATA

A lista de Putin: veja quem são as pessoas proibidas de entrar na Rússia — Trump escapa, mas Zuckerberg não

Essa lista está sendo considerada um movimento simbólico em resposta às duras sanções impostas pelos países ocidentais pela invasão da Ucrânia, em fevereiro

MADE IN CHINA

Shopee, Shein e AliExpress livre de taxas? Bolsonaro diz que sim e Guedes diz que não!

Chefe do Executivo volta a contrariar o ministro da Economia, Paulo Guedes, que na última semana defendeu o digitax — um imposto que seria aplicado em compras online de fornecedores estrangeiros

BYE BYE GOVERNO!

Privatização vem aí: conselho do PPI altera regras da capitalização da Eletrobras (ELET3); saiba por que mudou

O TCU aprovou na sessão de quarta-feira (18) o processo de privatização da companhia — a proposta do relator venceu por 7 votos a favor e 1 contra

NOVO SHAPE

Da academia pra carteira: Smart Fit (SMFT3) tem potencial de alta de 34%, diz Itaú BBA — saiba se é hora de comprar

Depois do confinamento provocado pela covid-19, a indústria fitness enfrenta agora um cenário desafiador, com inflação alta, segundo o banco de investimentos

SEM LIMITE

STF nega impor prazo a Lira para análise de pedidos de impeachment de Bolsonaro

O chefe do Executivo é alvo de mais de 140 solicitações de impedimento; entenda a decisão da corte máxima

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies