Menu
O melhor do Seu Dinheiro
Victor Aguiar
2021-04-16T19:46:30-03:00
seu dinheiro na sua noite

B3 Fashion Week

16 de abril de 2021
19:46
Selo O Melhor do Seu Dinheiro
Imagem: Montagem Andrei Morais / Shutterstock

A semana de moda da bolsa brasileira está pegando fogo!

Flashes por todos os lados, comentários entusiasmados, queixos caídos a cada novo desfile. As grandes marcas não pouparam esforços para a coleção outono/inverno — e, como era de se esperar, um intenso burburinho toma conta dos bastidores.

Essa sexta-feira foi particularmente animada, com a Renner roubando a cena desde o começo do dia. A empresa confirmou que está estudando uma oferta primária, sem citar o volume da operação. O mercado, no entanto, trabalha com cifras que chegam a R$ 4,5 bilhões.

A reação ao desfile da Renner foi bastante positiva, com as ações da companhia subindo forte. Afinal, com tanto dinheiro, a empresa pode apostar num look ousado, com mais peças no guarda-roupa — C&A e Marisa são vistas como alvos para uma potencial fusão.

Uma segunda companhia reforçou que as aquisições são a tendência da estação. O Grupo Soma, dono das marcas Farm e Animale, chamou o público para mostrar as novidades: está conversando com a Shoulder a respeito de uma combinação de negócios.

Vale lembrar que, ontem, a B3 Fashion Week já teve um dia quente, com a Hering rejeitando uma proposta de fusão com a Arezzo. Mas, como sempre, o público segue atento: não está descartada uma nova rodada de negociação entre as companhias.

Todo esse frisson tem como pano de fundo as dificuldades enfrentadas pelo varejo de moda em meio à pandemia. Neste ambiente de instabilidade financeira, movimentos de fusão e aquisição são estimulados, de modo a permitir a sobrevivência dos negócios.

O Seu Dinheiro continuará acompanhando os desfiles em tempo real — e os próximos dias prometem ser agitados...

MERCADOS

 A tensão em Brasília bem que tentou, mas não conseguiu impedir que o Ibovespa fechasse a semana no azul. O índice encerrou o pregão de hoje com avanço de 0,34% e segurou os 121 mil pontos. Já o câmbio aliviou a pressão e o dólar à vista recuou 0,77%, a R$ 5,58.

 As units do Banco Inter foram incluídas na segunda prévia da nova carteira do Ibovespa — um movimento que já era aguardado pelo mercado, considerando as inúmeras conquistas do banco ao longo do último ano. A terceira (e definitiva) versão do portfólio será divulgada no dia 29.

 Será que o efeito GameStop chegou aos criptoativos? O Dogecoin, uma moeda digital surgida a partir de um meme, disparou 500% nos últimos sete dias — o Renan Sousa te explica o que está por trás da valorização repentina nesta matéria.

EMPRESAS

 Parece novela mexicana, mas é só a troca de comando da Petrobras. Após uma série de polêmicas ligadas ao desagrado de Jair Bolsonaro com a política de preços da estatal, o conselho de administração confirmou a eleição de Joaquim Silva e Luna para a presidência da empresa.

 A Natura divulgou algumas de suas projeções financeiras para os próximos anos e apontou para um intenso crescimento orgânico. A empresa prevê um crescimento médio de até 10% nas receitas até 2023 e detalhou alguns planos para a Avon.

 Com exceção da Vale, que, sozinha, pagou R$ 18 bilhões em proventos no ano passado, as empresas brasileiras reduziram o volume de dividendos na pandemia. Com a crise econômica batendo à porta, a regra foi fechar os bolsos e engordar o caixa para superar o período.

 Para quem tem coragem de gastar em dólar ou euro com as cotações atuais, o Itaú, em parceria com o Banco24Horas, vai permitir o saque das moedas estrangeiras diretamente nos caixas eletrônicos.

ECONOMIA

 A Hometown, companhia americana que é dona de apenas uma lojinha de quitutes no interior de Nova Jersey, está sendo avaliada em US$ 100 milhões pelo mercado. O caso — mais um que remete ao infame episódio da GameStop — é um exemplo de “armadilha” para investidores. 

Recado

Uma última coisa antes de sextar: segunda-feira é dia de estreia no Seu Dinheiro! Marque aí na sua agenda: às 9h30, faremos uma live no Instagram para comentar os temas que mexerão com os mercados durante a semana. Se você ainda não nos segue, é só clicar aqui para conhecer o nosso perfil!

Este artigo foi publicado primeiramente no "Seu Dinheiro na sua noite". Para receber esse conteúdo no seu e-mail, cadastre-se gratuitamente neste link.

Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

App da Pi

Aplique de forma simples, transparente e segura

Seu Dinheiro na sua noite

O grande respiro do câmbio e mais…

“Ih, vai ser uma semana daquelas”, pensei eu na segunda-feira, ao olhar a agenda de eventos previstos para os dias seguintes. Teríamos decisão do Copom e relatório de empregos nos EUA — e isso sem contar os inúmeros balanços corporativos. Em semanas assim, eu gosto de traçar alguns cenários na minha cabeça: se o BC […]

Fechamento da semana

Real ganha do dólar na semana e bolsa sobe mais de 2% com economia americana nem tão aquecida e Copom incisivo

Os problemas domésticos foram para baixo do tapete e os fatores externos ajudaram o Real a se valorizar e a bolsa a romper resistências importantes. Confira um resumo da semana.

Mudou de ideia?

Elon Musk passa a recomendar cautela com o dogecoin às vésperas de sua participação no SNL

O bilionário, que já fez a moeda-meme disparar 60% com apenas um tweet, exibiu um alerta para as limitações do mercado de criptoativos

pandemia

Estudo aponta relação entre negacionismo de Bolsonaro e evolução da pandemia no Brasil

Segundo o levantamento, em cidades onde o presidente obteve mais de 50% dos votos no segundo turno das eleições de 2018, número de mortes foi 415% maior do que nos municípios onde ele perdeu o pleito

Insistência incomoda

Ex-presidente do BC Affonso Pastore acredita que ajuste parcial da Selic é insustentável

O economista defende o reconhecimento explícito de que a instituição perseguirá o ajuste integral da taxa básica de juros

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies