Menu
Marina Gazzoni
Escolha da CEO
Marina Gazzoni
É CEO do Seu Dinheiro
2021-04-03T09:24:02-03:00
escolha da ceo

O investimento campeão rendeu 30% em março…

Bitcoin “lacrador”, a insistência do dólar de continuar tão caro e perrengue “nutella” na Suíça; confira o que foi destaque nesta semana

3 de abril de 2021
9:23 - atualizado às 9:24
Bitcoins,And,New,Virtual,Money,Concept.,Growth,Bitcoins.,Euro,Bills
Imagem: Shutterstock

Caro leitor,

É difícil falar em vitória nos dias sombrios em que vivemos. Gente morrendo, hospitais lotados, lojas fechadas e todos de máscara. 

Mas quando o assunto é “dinheiro” é necessário uma certa frieza.

Afinal, todo mundo tem conta para pagar. E a realização dos sonhos exige recursos financeiros.

Mesmo em tempos sombrios, é importante buscar o melhor resultado possível para seus investimentos. Ou seja: preservar seu patrimônio e fazer esse “bolo” crescer.

Mas dá para ganhar dinheiro no meio da crise? 

Ô se dá… 

O Ibovespa rendeu perto de 6% em março. É um bom número se você considerar que o juro brasileiro agora é de 2,75% ao ano.

Mas esse retorno parece uma mixaria perto do bitcoin: alta de 30% no mês.

O ranking dos melhores e piores investimentos de março, feito com maestria pela repórter Julia Wiltgen, é a minha primeira indicação de leitura para o seu fim de semana. Veja abaixo a lista completa:

1 - Bitcoin segue ‘lacrando’ na cara dos céticos

Depois de uma alta de cerca de 420% em reais em 2020, o bitcoin continua a subir em 2021. A criptomoeda acumula uma alta da ordem de 120% no ano. Só em março o retorno foi de 30,75%, o que colocou o bitcoin na primeira colocação do ranking de investimentos do mês.

O Seu Dinheiro traz todos os detalhes sobre o resultado de março para as diferentes aplicações. Quer saber mais sobre isso? 

2 - Deu Positivo na covid-19

Outra que está se dando bem na pandemia é a Positivo. A empresa viu seu lucro engordar no ano passado com o aumento das vendas de notebooks. O produto andava meio fora de moda, mas ganhou um gás com o home office, assim como as ações da companhia. 

A dúvida agora é se essa maré positiva veio para ficar. Para o CEO da empresa, Hélio Rotenberg, o momento é favorável não só pelo notebook, mas pelo avanço de outros projetos, como o de “casa inteligente” e de urnas eletrônicas. O repórter Kaype Abreu traz todos os planos da Positivo nesta entrevista exclusiva.

3 - O dólar insiste em ficar lá em cima

A semana fechou com um leve recuo do dólar, que encerrou a quinta-feira cotado a R$ 5,7153 (veja aqui a cobertura completa dos mercados na semana). O patamar ainda é alto considerando o histórico recente do país. 

Aliás, muita gente esperava um alívio do câmbio com a alta da taxa Selic. Afinal, por que o dólar continua tão alto? O Matheus Spiess fez uma análise sobre a situação câmbio e mostra na sua última coluna por que o dólar não está cedendo.

4 - Perrengue chique na Suíça 

Um dos textos mais comentados do Seu Dinheiro nesta semana foi a crônica do colunista Richard Camargo sobre um “dia difícil” para um operador dos mercados na Suíça.

Com um toque de humor, ele mostra como conceitos de volatilidade e risco dependem do referencial - e como o Brasil está a anos-luz de ser uma economia desenvolvida. Recomendo fortemente a leitura!

5 - Ficar rico no Brasil ou na Suíça?

Jorge Paulo Lemann ficou rico no Brasil… e depois se mudou para a Suíça. Não conheço ninguém que ficou rico na Suíça e depois se mudou para o Brasil.

Há alguma vantagem em estar no terceiro mundo: por aqui a volatilidade é mais alta e a chance de sair do “nada” e mudar de patamar financeiro com tacadas certeiras nos mercados é maior.

Para Felipe Miranda, sócio-fundador da Empiricus, a bolsa brasileira tem 21 ações que são “Oportunidades de uma Vida”. Elas são, a seu ver, a melhor escolha para quem busca multiplicar seu capital. O repórter Caio Nascimento explica o que está em jogo neste texto.

Um grande abraço e ótimo fim de semana!

Comentários
Leia também
Um self service diferente

Como ganhar uma ‘gorjeta’ da sua corretora

A Pi devolve o valor economizado com comissões de autônomos na forma de Pontos Pi. Você pode trocar pelo que quiser, inclusive, dinheiro

Seu Dinheiro na sua noite

O grande respiro do câmbio e mais…

“Ih, vai ser uma semana daquelas”, pensei eu na segunda-feira, ao olhar a agenda de eventos previstos para os dias seguintes. Teríamos decisão do Copom e relatório de empregos nos EUA — e isso sem contar os inúmeros balanços corporativos. Em semanas assim, eu gosto de traçar alguns cenários na minha cabeça: se o BC […]

Fechamento da semana

Real ganha do dólar na semana e bolsa sobe mais de 2% com economia americana nem tão aquecida e Copom incisivo

Os problemas domésticos foram para baixo do tapete e os fatores externos ajudaram o Real a se valorizar e a bolsa a romper resistências importantes. Confira um resumo da semana.

Mudou de ideia?

Elon Musk passa a recomendar cautela com o dogecoin às vésperas de sua participação no SNL

O bilionário, que já fez a moeda-meme disparar 60% com apenas um tweet, exibiu um alerta para as limitações do mercado de criptoativos

pandemia

Estudo aponta relação entre negacionismo de Bolsonaro e evolução da pandemia no Brasil

Segundo o levantamento, em cidades onde o presidente obteve mais de 50% dos votos no segundo turno das eleições de 2018, número de mortes foi 415% maior do que nos municípios onde ele perdeu o pleito

Insistência incomoda

Ex-presidente do BC Affonso Pastore acredita que ajuste parcial da Selic é insustentável

O economista defende o reconhecimento explícito de que a instituição perseguirá o ajuste integral da taxa básica de juros

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies