2021-10-25T18:57:29-03:00
Renan Sousa
Renan Sousa
É repórter do Seu Dinheiro. Cursa jornalismo na Universidade de São Paulo (ECA-USP) e já passou pela Editora Globo e SpaceMoney. Twitter: @RenanSSousa1
Me vê bitcoin

De olho no interesse dos clientes por bitcoin (BTC), Mastercard vai lançar plataforma que une criptomoedas com cartões de débito e crédito

Com essa integração, o cliente pode receber cashback em criptomoedas após compras no cartão de crédito, por exemplo

25 de outubro de 2021
12:46 - atualizado às 18:57
A Mastercard deve anunciar em breve a nova facilidade que une cartão de crédito, débito e wallet de criptomoedas - Imagem: Shutterstock

O uso das criptomoedas como forma efetiva de pagamento parece cada vez mais próximo. Depois que a Visa anunciou parcerias com exchanges para oferecer produtos em criptomoedas para os seus clientes, agora foi a vez da Mastercard,  outra gigante do mercado de meios de pagamento, entrar de cabeça em ativos digitais. 

De acordo com informações da CNBC, a empresa deve anunciar em breve uma integração entre as carteiras de criptomoedas (wallets) e os sistemas dos milhares de bancos e instituições parceiras. Isso permitiria ao cliente manter e negociar criptomoedas dentro de uma mesma rede das contas de débito e cartão de crédito. 

Cashback em criptomoeda

Com essa integração, o cliente pode receber cashback em criptomoedas após compras no cartão de crédito, por exemplo, além de uma maior integração entre os programas de fidelidade de hotéis, companhias aéreas e restaurantes. Esse desconto em dinheiro também pode ser convertido em moedas digitais, de acordo com a reportagem. 

Em geral, as empresas de bandeiras de cartões não compram ou mantêm criptomoedas em caixa. Para isso, a Mastercard firmou uma parceria com a corretora de criptomoedas (exchange) Bakkt, que fará a parte de custódia desses ativos. 

"Nossos parceiros, sejam eles bancos, fintechs ou comerciantes, podem oferecer a facilidade de comprar, vender e manter criptomoedas por meio de uma integração com a plataforma Baktt", disse Sherri Haymond, vice-presidente executivo de parcerias digitais da Mastercard, em uma entrevista ao portal.

Quer nossas melhores dicas de investimentos de graça em seu e-mail? Clique aqui e receba a nossa newsletter diariamente

De olho na alta do BTC

Em julho deste ano, um relatório da Visa mostrou que os negócios com criptomoedas movimentaram cerca de US$ 1 bilhão nos primeiros meses do ano

O interesse em criptomoedas aumentou depois que o bitcoin (BTC) bateu novo recorde na última quarta-feira (20). Além disso, a aprovação dos primeiros fundos de índice (ETF, em inglês) nos Estados Unidos reacendeu o interesse por ativos digitais. 

Haymond vê que o mercado está perdendo uma oportunidade ao não integrar sistemas de pagamento tradicionais com o mundo das criptomoedas. Para a vice-presidente, a união desses dois mundos deve beneficiar principalmente o cliente, que deve perder cada vez menos dinheiro com as transações entre moeda digital e fiduciária. 

*Com informações da CNBC

Quer nossas melhores dicas de investimentos de graça em seu e-mail? Clique aqui e receba a nossa newsletter diariamente
Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

App da Pi

Aplique de forma simples, transparente e segura

NOITE CRIPTO

Sem fôlego: bitcoin (BTC) opera em alta, mas ainda não volta para os US$ 20 mil; entenda por quê

Apesar do respiro desta sexta-feira (1), o bitcoin ainda sente todo o peso de um Federal Reserve mais agressivo contra a inflação. A semana também não foi tão positiva assim com o noticiário do universo digital.

VAI TER QUE PAGAR!

Um acordo de milhões: Petrobras (PETR4) se entende com a ANP sobre royalties da operação de xisto no Paraná

Segundo a estatal, o acordo envolve o pagamento de R$ 601 milhões pela companhia — um montante que já foi provisionado nas demonstrações financeiras

CASOU!

Enfim, sós! Localiza (RENT3) e Unidas (LCAM3) consumam combinação de negócios; confira detalhes

Por conta do enlace, hoje foi o último dia de negociação das ações de emissão da Unidas na B3

O MELHOR DO SEU DINHEIRO

Ibovespa começa julho com o pé direito, o reforço de caixa da MRV (MRVE3) e a semana em cripto; confira os destaques do dia

Que sexta-feira costuma ser o dia da semana favorito de muita gente não é novidade, mas você já reparou na tendência que temos de tentar fazer dele o mais leve de todos para não atrapalhar o descanso do fim de semana? Seja no escritório ou no mercado financeiro, o último dia útil é o momento […]

FECHAMENTO DO DIA

Ibovespa dá uma pausa nas perdas e sobe 0,29% na semana, mas dólar dispara e chega a R$ 5,32

O começo de julho foi mais animador para o Ibovespa, mas as dificuldades seguem pressionando o câmbio