Menu
2020-02-17T11:17:25-03:00
Títulos públicos

Veja os preços e as taxas do Tesouro Direto nesta sexta-feira

Confira os preços e taxas de todos os títulos públicos disponíveis para compra e resgate

14 de fevereiro de 2020
10:32 - atualizado às 11:17
Selo para série preços e taxas do Tesouro Direto com uma sacola de dinheiro com pernas subindo e uma porcentagem caída no chão
Imagem: Montagem Andrei Morais/Shutterstock

As taxas do Tesouro Direto abriram em alta nesta sexta-feira (14). O Tesouro IPCA+ 2026 (NTN-B Principal) é negociado com taxa de 2,54% ao ano mais IPCA, por um valor mínimo de R$ 56,14. O Tesouro IPCA+ com Juros Semestrais 2055 (NTN-B) é negociado com taxa de 3,37% ao ano mais IPCA e aplicação mínima de R$ 51,13.

Já o Tesouro Prefixado 2023 (LTN) está pagando 5,35% ao ano para quem o comprar nesta sexta-feira, com aporte mínimo de R$ 34,45. O Tesouro Prefixado com Juros Semestrais 2031 (NTN-F) é negociado com taxa de 6,56% e aporte mínimo de R$ 38,10.

O único Tesouro Selic (LFT) disponível para compra atualmente no Tesouro Direto, com vencimento em 2025, está remunerando Selic + 0,02% para quem o levar até o fim do prazo. A aplicação mínima é de R$ 105,18.

Lembre-se de que essas taxas do Tesouro Direto só são válidas para quem adquirir o título hoje e o levar até o vencimento. Na venda antecipada, o retorno pode ser bem diferente, uma vez que a venda é sempre feita a preço de mercado.

A partir desta semana, o Tesouro Direto deixa de oferecer alguns títulos para compra e passa a oferecer novos títulos, de prazos mais longos. Deixaram de ser oferecidos os títulos Tesouro Prefixado (LTN) com vencimentos em 2022 e 2025; Tesouro Prefixado com Juros Semestrais (NTN-F) com vencimento em 2029; Tesouro IPCA+ (NTN-B Principal) com vencimento em 2024; e Tesouro IPCA+ com Juros Semestrais (NTN-B) com vencimentos em 2026, 2035 e 2050.

Passaram a ser oferecidos para compra os títulos Tesouro Prefixado (LTN) com vencimentos em 2023 e 2026; Tesouro Prefixado com Juros Semestrais (NTN-F) com vencimento em 2031; Tesouro IPCA+ (NTN-B Principal) com vencimento em 2026; e Tesouro IPCA+ com Juros Semestrais (NTN-B) com vencimentos em 2030, 2040 e 2055.

Os títulos Tesouro IPCA+ com Juros Semestrais que vencem em 2020, 2024, 2026 e 2050 não estão sendo negociados, pois pagarão cupom de juros no próximo dia 15.

Confira os preços e taxas do Tesouro Direto nesta sexta-feira

O Tesouro Direto é o programa do Tesouro Nacional para compra e venda de títulos públicos federais on-line pela pessoa física. O investimento mínimo é de apenas R$ 30, desde que essa quantia não seja inferior a 1% do valor de um título.

Para investir no Tesouro Direto, o ideal é abrir conta em uma corretora de valores que não cobre taxa de administração. Dessa forma, o único custo do investimento, além dos impostos, é a taxa de custódia paga à bolsa, de 0,25% ao ano.

Os títulos públicos federais são os investimentos de menor risco de crédito da economia brasileira, pois são garantidos pelo governo. Mas há risco de mercado, uma vez que há volatilidade nos preços.

Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

Que pi… é essa?

Eu decidi sair do banco, mas não queria entrar em uma enrascada. Bem, acredito que eu tenha encontrado um portal para fugir dessa Caverna do Dragão das finanças. E cá estou para explicar essa descoberta.

entrevista

‘Não se pode esperar para cortar privilégio’, diz ex-secretário do Ministério da Economia

Paulo Uebel defende que o Congresso aprove uma regra de transição na proposta da reforma administrativa para incluir o fim dos privilégios que grupo de servidores atuais ainda goza

Aposente-se aos 40 (ou o quanto antes)

100 dias entre o fundo e topo do mercado

Até aqui, 2020 foi o ano de Amyr Klink, em que aqueles que souberam capotar (entre janeiro e o final de março), passaram pela tempestade sem afundar de vez em mar aberto

inflação de alimentos

Após ouvir cobrança, Bolsonaro reforça que preço do arroz não será tabelado

Ministra da Agricultura avisou que atual patamar de preços só deve baixar mesmo a partir de 15 de janeiro, quando entrar a safra brasileira.

ranking da forbes

Varejo invade lista de mais ricos do Brasil; saiba mais sobre os bilionários

Luiza Trajano, Ilson Mateus e Luciano Hang chegam entre os 10 mais ricos do país, em um ano marcado por mudanças no setor varejista, alta das ações e IPOs

Seu Mentor de Investimentos

Como proteger seus investimentos diante do risco de sanções comerciais por causa das queimadas

País tornou-se um pária no mundo por conta do que acontece no Pantanal e na Amazônia, diz colunista Ivan Sant’Anna; ele aponta uma série de tipos de ativos que podem estar imunes a uma eventual protesto da comunidade internacional

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements