2020-01-13T08:05:39-03:00
vida pós-Ghosn?

Nissan prepara possível separação da Renault

Conversa acontece em meio a polêmica envolvendo o ex-executivo da aliança, Carlos Ghosn. O brasileiro, que fugiu do Japão, acusa executivos da Nissan de complô

13 de janeiro de 2020
8:05
Carlos Ghosn, ex-presidente do grupo Renault-Nissan. - Imagem: Shutterstock

Executivos da montadora japonesa Nissan aceleram no planejamento de uma eventual separação da Renault. Os planos incluem uma divisão das áreas de engenharia e manufatura e mudanças no conselho, disse o Financial Times.

A conversa acontece em meio a polêmica envolvendo o ex-executivo da aliança, Carlos Ghosn. O brasileiro foi preso no Japão, mas pagou fiança e aguardava julgamento em uma espécie de prisão domiciliar. No final do mês passado, Ghosn fugiu para o Líbano, acusando executivos da Nissan de um complô contra ele.

A aliança entre as empresas existe há mais de 20 anos e já foi liderada por Ghosn antes de sua prisão. Agora, segundo o Financial Times, a parceria com a Renault se tornou "tóxica" - muitos executivos da Nissan dizem acreditar que a empresa francesa põe para baixo o grupo japonês.

A separação poderia levar as empresas a procurarem novos parceiros, em um contexto de queda de vendas, ainda segundo a publicação, que cita também o aumento de custos e mais competitividade. Nissan e Renault não comentaram a reportagem.

Quer nossas melhores dicas de investimentos de graça em seu e-mail? Clique aqui e receba a nossa newsletter diariamente
Comentários
Leia também
ENCRUZILHADA FINANCEIRA

Confissões de um investidor angustiado

Não vou mais me contentar com os ganhos ridículos que estou conseguindo hoje nas minhas aplicações. Bem que eu queria ter alguém extremamente qualificado – e sem conflito de interesses – para me ajudar a investir. Só que eu não tenho o patrimônio do Jorge Paulo Lemann. E agora?

Fechamento Hoje

Tensão entre Rússia e Ucrânia e expectativa com reunião do Fed derrubam bolsas pelo mundo, e Ibovespa cai quase 1%, mas NY vira para o azul na reta final

Wall Street consegue uma virada impressionante e fechar em alta, depois de índices terem chegado a cair mais de 3%; Ibovespa reduziu perdas, mas ainda fechou com queda significativa, enquanto dólar subiu

NOVOS NEGÓCIOS

Google está de olho nas criptomoedas e vai criar unidade de negócio dedicada ao blockchain; entenda o que está por trás da decisão

Antes de se aventurar, gigante de tecnologia assistiu com cautela as movimentações das concorrentes para entrar no mercado de criptomoedas

MELHORA ARTIFICIAL

Pedidos de recuperação judicial caem em 2021 ao menor nível desde 2014

Para os especialistas os números do ano passado não representam uma recuperação econômica, mas uma melhora artificial no ambiente de negócios promovida por políticas públicas pontuais

APOSTA NA SIDERURGIA

A vez da Usiminas: BTG estima alta de mais de 55% para USIM5 nos próximos meses; saiba o que pode impulsionar as ações

Segundo os analistas, a empresa negocia nos múltiplos mais baixos da década e deve surfar na recuperação dos preços do aço