💸 Você pode receber R$ 120 para investir; veja como solicitar o depósito aqui

Cotações por TradingView
2020-02-25T10:12:40-03:00
Estadão Conteúdo
DE OLHO NA TECNOLOGIA

BC quer criação de fundo para projetos de tecnologia

Os recursos virão de valores pagos pelos bancos ao BC, para uso de sistemas tecnológicos

25 de fevereiro de 2020
10:12
Banco Central do Brasil
Banco Central do Brasil - Imagem: Shutterstock

Enquanto o Ministério da Economia luta para extinguir 248 fundos públicos, em um esforço para eliminar o chamado "dinheiro carimbado" do orçamento, o Banco Central reivindica um fundo somente seu. No projeto de autonomia do BC, que tramita na Câmara, foi incorporado artigo que prevê a criação de fundo para custear "investimentos e projetos estratégicos" da autarquia.

Os recursos virão de valores pagos pelos bancos ao BC, para uso de sistemas tecnológicos. Só em 2019 as cifras arrecadadas chegaram a R$ 274,4 milhões, mas ainda não está definido quanto disso irá efetivamente para o fundo.

Enviado no ano passado pelo governo de Jair Bolsonaro ao Congresso, o Projeto de Lei Complementar n.º 112, que trata da autonomia do BC, foi incorporado a outra proposta que estava na Câmara desde 1989, de n.º 200, para facilitar a tramitação.

Um dos principais pontos do texto estabelece mandatos fixos de quatro anos para o presidente do BC e os oito dirigentes da autarquia. A relatoria da matéria ficou a cargo do deputado federal Celso Maldaner (MDB-SC).

Em seu relatório, Maldaner incorporou artigo que institui o Fundo de Desenvolvimento do Sistema Financeiro Nacional, a ser movimentado pelo BC. Na proposta do governo, enviada em 2019, não havia esse fundo.

O jornal O Estado de S. Paulo e o Broadcast (sistema de notícias em tempo real do Grupo Estado) apuraram que a inclusão do artigo foi um pedido do próprio BC. A intenção é "carimbar" o dinheiro para uso, principalmente, em projetos de tecnologia, uma das prioridades do atual presidente do BC, Roberto Campos Neto.

O artigo prevê que o BC vai administrar os recursos em conformidade com regulamentação a ser editada pelo próprio BC, a partir de diretrizes do Conselho Monetário Nacional (CMN). Não há clareza sobre como serão usados os recursos nem sobre quanto o fundo terá à disposição. Conforme o BC, a regulamentação a ser editada pelo CMN determinará qual porcentual do que é pago todo ano pelos bancos irá para o fundo.

A proposta prevê ainda que o BC prestará contas do uso do dinheiro apenas ao CMN - que é formado pelo presidente do BC, pelo ministro da Economia e pelo secretário especial de Fazenda do Ministério da Economia.
A criação do fundo vai na contramão da Proposta de Emenda à Constituição n.º 187, que começou a tramitar em 2019 no Senado e conta com patrocínio do Ministério da Economia, e prevê a extinção de todos os 248 fundos infraconstitucionais (não previstos na Constituição), que concentram cerca de R$ 220 bilhões em recursos.

Em nota sobre o fundo proposto, o BC defendeu que, "conforme substitutivo do relator, o referido fundo será utilizado apenas para custear investimentos e projetos estratégicos do BC relacionados ao desenvolvimento técnico e tecnológico e à promoção da estabilidade do sistema financeiro". O BC também ressaltou que a aplicação dos recursos será definida a partir das diretrizes do CMN. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

Comentários
Leia também
Um self service diferente

Como ganhar uma ‘gorjeta’ da sua corretora

A Pi devolve o valor economizado com comissões de autônomos na forma de Pontos Pi. Você pode trocar pelo que quiser, inclusive, dinheiro

EXILE ON WALL STREET

Rodolfo Amstalden: O oráculo da noite

30 de novembro de 2022 - 20:50

Com juros referenciais de 13%, conservamos esperanças sobre algum tipo de horizonte possível. Já acima dos 15%, o ar fica extremamente rarefeito, comprometendo as condições básicas de sobrevivência.

DESINVESTIU

Petrobras (PETR4) conclui a venda da Reman, a Refinaria de Manaus, para a Atem — veja quanto entrou nos cofres da estatal

30 de novembro de 2022 - 20:30

Segundo a petroleira, o contrato ainda prevê um ajuste final do preço de aquisição, que será apurado nos próximos meses

CARTÃO VERMELHO!

CVM suspende oferta de investimentos em criptoativos da BlueBenx; entenda o motivo da decisão

30 de novembro de 2022 - 20:11

Em caso de descumprimento da determinação da autarquia, a multa diária para a empresa e os sócios é de R$ 100 mil

Balanço do mês

Ouro, pós-fixados, dólar e poupança foram os únicos investimentos positivos em novembro; veja o ranking completo

30 de novembro de 2022 - 19:40

PEC da Transição provocou maré vermelha entre os ativos brasileiros; bitcoin sofreu com a quebra da FTX

O MELHOR DO SEU DINHEIRO

Powell faz Nasdaq disparar, lei de criptomoedas é aprovada e Casino embolsa mais de R$ 2 bilhões; confira os destaques do dia

30 de novembro de 2022 - 19:33

Apesar do silêncio quase que total do presidente Jair Bolsonaro após a sua derrota nas urnas, o cenário político continuou exercendo pressão negativa na B3 ao longo de novembro.  Dessa vez, a origem dos ruídos deixou de ser o Palácio do Planalto para residir no Centro Cultural Banco do Brasil (CCBB), também em Brasília, sede […]

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies