Menu
2020-06-19T08:54:07-03:00
Estadão Conteúdo

BC da Rússia reduz juro principal a 4,50% e sinaliza novos cortes

Autoridade avalia que os fatores desinflacionários têm sido mais profundos do que o esperado devido à duração mais longa de medidas de restrição adotadas no país

19 de junho de 2020
8:54
Rússia
Imagem: Shutterstock

O Banco Central da Rússia decidiu nesta sexta-feira cortar sua principal taxa de juros em 1 ponto porcentual, a 4,50%, em meio à continuidade dos efeitos negativos da pandemia de coronavírus, e sinalizou que poderá reduzi-la ainda mais nos próximos meses.

Em comunicado, o BC russo avalia que os fatores desinflacionários têm sido mais profundos do que o esperado devido à duração mais longa de medidas de restrição adotadas na Rússia e no mundo inteiro numa tentativa de conter a disseminação da covid-19, como é conhecida a doença causada pelo vírus.

Como resultado, a instituição acredita que em 2021 a inflação na Rússia poderá ficar significativamente abaixo de sua meta oficial, que é de uma taxa de 4%. O corte de juros de hoje, explica o BC russo, tem o objetivo de limitar esse risco e manter a inflação próxima à meta.

A autoridade monetária da Rússia disse ainda que considerará a "necessidade de mais reduções da taxa básica nas próximas reuniões" se a "situação se desdobrar em linha com o cenário básico".

O BC russo fará sua próxima reunião de política monetária no dia 24 de julho.

Comentários
Leia também
UMA OPÇÃO PARA SUA RESERVA DE EMERGÊNCIA

Um ‘Tesouro Direto’ melhor que o Tesouro Direto

Você sabia que existe outro jeito de investir a partir de R$ 30 em títulos públicos e com um retorno maior? Fiz as contas e te mostro o caminho

briga de galo

IMC mantém, por ora, contrato de franquia com KFC

Juízo indefere pedido da KFC de revogação da exclusividade da IMC na administração das operações KFC no Brasil

Liberalismo sob medida

Ala liberal perde terreno e aponta falhas no governo

Após a interferência na Petrobras e rumores de que Guedes sairia do governo, pacote de medidas liberais está em cheque

NÚMEROS DA PANDEMIA

Em 24 horas, país registra 721 mortes e 34 mil novos casos de covid-19

Desde início da pandemia, Brasil acumulou 254.942 óbitos e 10.551.259 casos de covid-19, segundo Ministério da Saúde

CARDÁPIO DE BALANÇOS

Na disputa pelo e-commerce, Magazine Luiza, Via Varejo e B2W divulgam resultados; veja o que esperar

Empresas foram pouco, ou nada, prejudicadas pela pandemia de covid-19 e devem fechar 2020 com números positivos

Começou!

Prazo para entregar declaração de IR começa hoje; veja as vantagens de declarar cedo

Prazo de entrega da declaração de IR 2021 começa nesta segunda (1º) e vai até de 30 de abril; entenda por que pode ser uma boa se apressar

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies