2020-04-25T12:10:35-03:00
Estadão Conteúdo
Efeito coronavírus

Argentina deixa negociações comerciais do Mercosul

País vizinho decidiu se retirar das negociações comerciais em curso e futuras do bloco por conta da crise envolvendo a pandemia do coronavírus

25 de abril de 2020
12:10
Alberto Fernández, presidente da Argentina
Alberto Fernández, presidente da Argentina - Imagem: Shutterstock

O Mercosul anunciou na noite da sexta-feira, 24, que o governo da Argentina decidiu se retirar das negociações comerciais em curso e futuras do bloco por conta da crise envolvendo a pandemia do novo coronavírus.

Quer nossas melhores dicas de investimentos de graça em seu e-mail? Clique aqui e receba a nossa newsletter diariamente

O Paraguai, que exerce a presidência pro tempore do bloco, fez o anúncio em nome do grupo, pontuando que o bloco vai estudar "medidas jurídicas, institucionais e operacionais".

"O anúncio foi feito pela delegação argentina durante a reunião dos coordenadores do Grupo Mercado Comum, feita em videoconferência", diz o comunicado do Mercosul.

Leia também:

Os argentinos só vão continuar participando das reuniões do acordo com a União Europeia e a Associação Europeia de Livre Comércio (EFTA, na sigla em inglês).

"A República Argentina informou que tomou esta decisão para priorizar suas políticas econômicas internas, agravadas com a pandemia do novo coronavírus, e que isso não será obstáculo para os outros países do bloco continuarem as negociações."

"A presidência pro tempore do Paraguai e os outros Estados membros do Mercosul vão avaliar medidas jurídicas, institucionais e operacionais adequadas em razão da decisão soberana da República Argentina de forma que isso não afete o processo de construção comunitária do Mercosul e suas negociações comerciais em curso", completa a nota.

Quer nossas melhores dicas de investimentos de graça em seu e-mail? Clique aqui e receba a nossa newsletter diariamente
Comentários
Leia também
CUIDADO COM OS ATRAVESSADORES

Onde está o seu iate?

Está na hora de tirar os intermediários do processo de investimento para deixar o dinheiro com os investidores

NOVOS NEGÓCIOS

Google está de olho nas criptomoedas e vai criar unidade de negócio dedicada ao blockchain; entenda o que está por trás da decisão

Antes de se aventurar, gigante de tecnologia assistiu com cautela as movimentações das concorrentes para entrar no mercado de criptomoedas

MELHORA ARTIFICIAL

Pedidos de recuperação judicial caem em 2021 ao menor nível desde 2014

Para os especialistas os números do ano passado não representam uma recuperação econômica, mas uma melhora artificial no ambiente de negócios promovida por políticas públicas pontuais

APOSTA NA SIDERURGIA

A vez da Usiminas: BTG estima alta de mais de 55% para USIM5 nos próximos meses; saiba o que pode impulsionar as ações

Segundo os analistas, a empresa negocia nos múltiplos mais baixos da década e deve surfar na recuperação dos preços do aço

pessimismo nos mercados

Por que a ameaça de conflito entre Rússia e Ucrânia derruba as bolsas mundo afora?

Escalada de tensões entre os dois países levou EUA e Reino Unido a retirarem funcionários de embaixadas na Ucrânia; veja como uma eventual invasão russa ao país pode afetar os mercados