Menu
Dados da Bolsa por TradingView
2019-04-05T14:47:44-03:00
Luis Ottoni
Luis Ottoni
Jornalista formado pela Universidade Mackenzie e pós-graduando em negócios pela Fundação Getúlio Vargas. Atuou nas editorias de economia nos portais G1, da Rede Globo, e iG.
Abaixo do esperado

Weg tem lucro líquido de R$ 1,338 bilhão no 4º trimestre

Receita líquida da companhia atingiu R$ 3,124 bilhões no último trimestre do ano, 16,9% maior

21 de fevereiro de 2019
8:50 - atualizado às 14:47
Fábrica da Weg (WEGE3) em Santa Catarina
Fábrica da Weg em Santa Catarina. - Imagem: Jonne Roriz/Estadão Conteúdo

A Weg registrou no quarto trimestre do ano passado lucro líquido de R$ 335,280 milhões, 11,7% acima do mesmo período de 2017.

O valor veio um pouco abaixo da estimativa do mercado de R$ 378,800 milhões, segundo a Bloomberg.

O Ebitda (lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização) ficou em R$ 489,806 milhões, 30,2% superior na mesma comparação. A margem Ebitda cresceu para 15,7%, de 14,1% no quarto trimestre de 2017.

A receita líquida atingiu R$ 3,124 bilhões no último trimestre do ano, 16,9% maior.

O resultado financeiro líquido no período ficou negativo em R$ 39,4 milhões, ante R$ 6,6 também negativos no quarto trimestre de 2017.

O Custo dos Produtos Vendidos (CPV) da Weg somou R$ 2,207 bilhões no quarto trimestre de 2018, 12,2% superior ao registrado em igual período de 2017 e 3,6% menor do que nos três meses imediatamente anteriores. Em 2018, o CPV atingiu R$ 8,501 bilhões, um avanço de 25,7% em relação a 2017.

A Weg apontou maior pressão de custo do cobre e do aço em 2018, influenciados tanto pelo preço das commodities globalmente quanto pela variação do câmbio, que, segundo a empresa, impactou de forma negativa a estrutura de custos no Brasil e das operações no exterior.

A margem bruta, por sua vez, subiu para 29,4% no quarto trimestre de 2018, 3,0 pontos porcentuais acima do último trimestre de 2017 e 0,1 ponto porcentual maior do que no trimestre anterior. Em 2018, a margem bruta foi mantida estável (29%) em relação ao ano anterior.

O mercado externo representou 60% da receita líquida da Weg no quarto trimestre de 2018, com R$ 1,864 bilhão. Em igual intervalo de 2017, a fatia era de 54% e, no trimestre imediatamente anterior, de 58%. Segundo a empresa, é preciso considerar que os preços de venda praticados nos diferentes mercados são estabelecidos de acordo com a moeda local e as condições competitivas regionais.

No quarto trimestre do ano passado, as receitas no mercado externo em reais aumentaram 29,4% em relação a igual período de 2017. Na comparação com os três meses imediatamente anteriores, houve crescimento de 0,2%. A empresa ainda ressalta que, eliminados os efeitos da aquisição da TGM, o crescimento seria de 27,9% sobre o quarto trimestre de 2017.

Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

Quem é a Pi

Uma plataforma de investimentos feita para ajudar a atingir seus objetivos por meio de uma experiência #simples, #segura, #acessível e #transparente.

NOVATA NA FINAL

Não estranhe: patrocinadora da final entre Palmeiras e Flamengo é a nova corretora de criptomoedas do Brasil; conheça Crypto.bom

A exchange resolveu investir no segmento de esportes e patrocina Fórmula 1, NBA e até o campeonato europeu

Raio-X

Análise: Por que a alta da inflação pode ameaçar o pacote de infraestrutura de Joe Biden?

O presidente americano tem ambiciosos planos pela frente, mas a alta da inflação e gargalos estruturais da economia podem alterar o rumo

A SEMANA EM GRÁFICOS

Covid-19 pressiona aéreas, turismo, Ibovespa e bitcoin, mas inflação avança no mundo: entenda a última semana com estes gráficos

As companhias aéreas sofreram perdas significativas na bolsa esta semana e nem o bitcoin (BTC) conseguiu se salvar

O MELHOR DA SEMANA

Piora da covid no mundo e criptomoedas além do bitcoin (BTC): 5 assuntos mais lidos no Seu Dinheiro esta semana

O mercado já trabalhava amplamente com a visão do verdadeiro normal. Mas os mercados globais voltaram a entrar em pânico com a covid-19

PAPO CRIPTO #007

Tecnologia que criou o bitcoin (BTC) pode reduzir custo de captação de recursos em quase 70%, diz chefe de ativos digitais do BTG

“Empresas pequenas e médias têm menor possibilidade de acesso ao mercado de capitais, muito por causa dos custos envolvidos”, comenta

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies