Independência do Banco Central vai acabar? Entenda melhor aqui

Cotações por TradingView
2019-10-24T15:51:47-03:00
Fernando Pivetti
Fernando Pivetti
Jornalista formado pela Universidade de São Paulo (USP). Foi repórter setorista de Banco Central no Poder360, em Brasília, redator no site EXAME e colaborou com o blog de investimentos Arena do Pavini.
Decepção

Ação do Twitter derrete mais de 20% em Nova York com balanço trimestral decepcionante

Reação bastante negativa dos investidores estava pautada nas principais métricas financeiras do Twitter, que vieram todas abaixo das expectativas

24 de outubro de 2019
15:51
Twitter
Imagem: Shutterstock

O balanço do 3º trimestre do Twitter desceu quadrado para os investidores em Nova York. A ação da rede social despenca mais de 20% nesta quinta-feira (24), um dia após números decepcionantes da empresa virem à público.

A reação bastante negativa dos investidores se fundamentou nas principais métricas financeiras do Twitter, que vieram todas abaixo das expectativas. O lucro operacional, por exemplo, fechou setembro em US$ 44,1 milhões, uma queda de 52% na comparação anual.

Já a receita, apesar de subir 9% em relação ao ano anterior e fechar em US$ 823,7 milhões, não mostrou a mesma força dos trimestres passados, quando alcançava quase 30% de alta.

No quesito publicidade, a receita da empresa cresceu 8% e alcançou os US$ 702 milhões. O desempenho, também abaixo do esperado, foi impactado pelas vendas de publicidade nos EUA, que cresceram apenas 11% (um forte tombo se compararmos ao crescimento de 32% alcançado no terceiro trimestre de 2018. Também pesa no balanço o aumento de 17% nos seus custos operacionais.

Confira os principais números do Twitter:

  • Receita: alta de 9% ano a ano, para US$ 824 milhões (analistas locais uma média de US$ 873,9 milhões)
  • Lucro operacional: US$ 44,1 milhões - queda de 52% ano a ano
  • Lucro por ação: US$ 0,05, abaixo dos US $ 0,14 do ano passado e dos US$ 0,20 projetados pelos analistas
  • Média de usuários diários: 145 milhões - alta 17% em relação ao ano passado

Veja bem...

Como justificativa para o desempenho mais fraco, o Twitter apontou um recuo na demanda por publicidade da plataforma, que em julho e agosto já costumam ser mais fracas.

Outro foco de prejuízo foram os problemas técnicos que o Twitter apresentou em seus produtos, entre eles as falhas nas promoções veiculadas nos aplicativos para celulares, o que prejudicou a capacidade da empresa de segmentar anúncios e compartilhar dados de medição e publicidade. Segundo estimativas, essas falhas teriam cortado 3 pontos percentuais na receita trimestral da empresa.

O outro lado da moeda

Ainda que os principais números do balanço tenham decepcionado os investidores, o Twitter tem coisa boa para mostrar. A média diária dos usuários chamados "rentáveis", aqueles perfis autenticados e que pagam por anúncios na rede social, subiu 17% no terceiro trimestre e alcançou 145 milhões.

Comentários
Leia também
CUIDADO COM OS ATRAVESSADORES

Onde está o seu iate?

Está na hora de tirar os intermediários do processo de investimento para deixar o dinheiro com os investidores

DIA 39

Cabo de guerra: Lula ganha reforço nas críticas ao BC — e deixa Rui Costa e Haddad do outro lado da corda

8 de fevereiro de 2023 - 20:40

Insatisfeito com o Banco Central, que na semana passada manteve a Selic em 13,75%, Lula tem protagonizado uma ofensiva sobre o presidente da autoridade monetária, Roberto Campos Neto — também pelo fato de ver nele um bolsonarista no governo que não pode ser demitido

O MELHOR DO SEU DINHEIRO

Padilha afaga relação de Lula e RCN, Itaú (ITUB4) embolsa o mercado e a primeira semana do Tesouro Renda+; confira os destaques do dia

8 de fevereiro de 2023 - 19:35

Mudam-se os governos, mas o roteiro das gestões de crise segue o mesmo — depois de um incêndio, é quase certeza que um bombeiro será escolhido dentro do panteão de ministros do primeiro escalão para tentar aplacar os ânimos.  Depois de dias de críticas pesadas feitas pelo presidente Luiz Inácio Lula da Silva à forma […]

ENTREVISTA COM CEO

Log (LOGG3) quebra recordes em 2022 e aposta na venda de galpões para seguir no ‘guinness book’ da logística neste ano

8 de fevereiro de 2023 - 19:24

Meta de entregas batidas, vendas recordes de ativos e o resultado financeiro em um patamar nunca antes registrado marcaram o ano da empresa de galpões logísticos

Petróleo à vontade

Petrobras (PETR4) bate recorde de produção em 2022 e cumpre as metas operacionais para o ano; veja os destaques

8 de fevereiro de 2023 - 19:06

A Petrobras (PETR4) atingiu um novo patamar de produção operada no ano; no refino e vendas, a gasolina e o querosene de aviação foram destaque

FICA TUDO COMO TAVA

Tarcísio barrou: redução de imposto sobre doações e heranças, o ITCMD, é vetado em SP

8 de fevereiro de 2023 - 18:00

Se o projeto de lei tivesse sido sancionado, a tributação cairia de 4% para 1% sobre heranças e para 0,5% nas doações

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies