Menu
2019-06-21T11:49:28-03:00
Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
Derrota no radar?

Centrão e oposição assinam requerimento em comissão para tirar Coaf das mãos de Moro

Proposta é que o Conselho deixe o Ministério da Justiça e Segurança Pública e volte para o comando do Ministério da Economia

8 de maio de 2019
16:11 - atualizado às 11:49
Ministro da Justiça, Sergio Moro
Comissão do Congresso deve votar a medida provisória da reestruturação ministerial nesta quarta-feira - Imagem: Dida Sampaio/Estadão Conteúdo

Parlamentares do Centrão e da oposição assinaram dois requerimentos para tirar o Conselho de Controle de Atividades Financeiras (Coaf) do Ministério da Justiça e Segurança Pública e recolocar o órgão no Ministério da Economia.

Assinaram o pedido os líderes de PT, PRB, PTB, PP, MDB, Pode, PSC, DEM, PR, Solidariedade e Patriotas na Câmara.

Somadas, as bancadas têm 272 deputados federais, quantidade suficiente para uma votação em maioria no plenário da Casa.

Líderes do Centrão, no entanto, não estão contando com uma vitória garantida na comissão do Congresso que deve votar a medida provisória da reestruturação ministerial nesta quarta-feira, 8. Eles calculam ter 11 votos dos 14 necessários no colegiado para que o Coaf volte à pasta da Economia.

Oposição vai além

Focada na derrota do governo, a oposição preparou logo para o início dos trabalhos um conjunto de estratégias para tentar obstruir a sessão da comissão.

O líder da minoria no Senado, Randolfe Rodrigues (Rede-AP), pediu que alguns requerimentos fossem votados nominalmente, o que leva mais tempo do que uma votação simbólica. Ele quer votação nominal para as alterações sobre o Coaf, a competência da Receita Federal para investigar crimes não fiscais, a demarcação de terras indígenas e o acompanhamento de organizações não-governamentais.

Além disso, a oposição citou que o regimento do Congresso Nacional daria espaço para mais um pedido de vista, o que adiaria a votação. Isso porque o relator fez algumas alterações na redação do seu parecer de ontem para hoje.

*Com Estadão Conteúdo.

Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

Quem é a Pi

Uma plataforma de investimentos feita para ajudar a atingir seus objetivos por meio de uma experiência #simples, #segura, #acessível e #transparente.

Novidades na B3?

Multilaser e Invest Tech entram na fila de pedidos de IPO

As duas empresas engrossam a lista de ofertas em análises na Comissão de Valores Mobiliários (CVM), que já conta com 28 pedidos

Ainda falta chão...

Reforma administrativa dá mais um passo na Câmara dos Deputados

O relator leu hoje seu parecer pela constitucionalidade da proposta na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ); votação deve ocorrer a partir do dia 20

Novo momento

Fertilizantes Heringer registra prejuízo líquido de R$ 7,46 milhões no 1º tri

Empresa teve melhor Ebitda da história para um primeiro trimestre, mas resultado foi impactado por despesas financeiras

na b3

GetNinjas estreia em queda na bolsa, após IPO com ação abaixo do previsto

Empresa levantou R$ 550 milhões na oferta inicial de ações, com desconto de quase 20% do valor do papel em relação ao preço mínimo da faixa

Diversificando

BTG Pactual lança fundo de investimento 100% em bitcoin

O lançamento vem em linha com a diversificação de ativos oferecidos pelo banco

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies