⚠️ DIVIDENDOS EM RISCO? Lula e Bolsonaro querem taxar seus proventos e podem atacar sua renda extra em 2023. Saiba mais aqui

2019-02-15T18:58:37-02:00
Estadão Conteúdo
Para acompanhar o projeto

Tasso Jereissati (PSDB) deve comandar a subcomissão da reforma da Previdência no Senado

Ideia é que o Senado forme um grupo de sete parlamentares, que funcionaria como um colegiado atrelado à Comissão de Constituição e Justiça

15 de fevereiro de 2019
18:58
Tasso Jereissati
Subcomissão vai "queimar etapas" para arredondar o texto da reforma no Senado - Imagem: Valter Campanato/Agência Brasil

O presidente do Senado, Davi Alcolumbre (DEM-AP), confirmou ao Broadcast Político nesta sexta-feira, 15, que o senador Tasso Jereissati (PSDB-CE) deve ser o escolhido para comandar uma subcomissão do Senado dedicada a acompanhar os debates sobre a reforma da Previdência na Câmara dos Deputados.

A ideia é que o Senado forme um grupo de sete parlamentares, que funcionaria como um colegiado atrelado à Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Casa, para fazer "sugestões" aos deputados durante a primeira etapa de tramitação do projeto no Congresso.

Na avaliação de Alcolumbre, esta subcomissão vai "queimar etapas" para que o texto chegue mais "arredondado" no Senado e, assim, seja apreciado com mais celeridade.

"Estamos tentando constituir uma subcomissão dentro da CCJ, com membros da comissão, que será de acompanhamento. Essa subcomissão pode, pari passu, durante as discussões na Câmara, levar a mensagem do Senado. Eu acho importante isso para a gente queimar etapas de discussão", afirmou.

"Se uma subcomissão dentro da CCJ puder acompanhar o que estiver sendo discutido na Câmara, a matéria vai chegar no Senado bem arredondada. Acredito que (o texto da reforma) pode ser aprovado no primeiro semestre. A partir do dia 20 de fevereiro, vamos tentar construir essa subcomissão", disse.

Alcolumbre evitou, no entanto, defender o texto da reforma apresentada pelo governo Jair Bolsonaro, com quem se encontrou nesta manhã de sexta-feira, 15. "Não necessariamente o Senado vai aprovar o que o governo manda, o Senado vai ouvir a sociedade e votar o que os senadores entenderem como uma reforma boa para o Brasil", afirmou.

Troféu

A indicação de Tasso Jereissati para a presidência dessa subcomissão premia o tucano, que foi um de seus principais aliados na disputa contra o senador Renan Calheiros (MDB-AL) pelo comando da Casa. Além disso, Alcolumbre quer aproveitar a experiência de Jereissati à frente das discussões da reforma da Previdência aprovada pelo Senado em 2003, durante o primeiro governo do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT).

Davi Alcolumbre disse que os técnicos do Senado estão estudando o assunto para viabilizar, regimentalmente, a criação da subcomissão da reforma da Previdência. Ele explicou, no entanto, que isso já foi feito na Casa anteriormente.

"A sugestão dos técnicos é que sejam sete membros nessa subcomissão. Aí vai ter um presidente, que vai conseguir compatibilizar com a Câmara. Regimentalmente está sendo construída a possibilidade dessa subcomissão acompanhar como orientadora do debate do Senado. A gente não pode votar (na Câmara), mas pode sugerir. Essa subcomissão pode dar sugestões para a Câmara do sentimento do Senado", explicou.

"Vamos fazer (essa subcomissão) porque já houve em outros episódios para dar celeridade às matérias. Vamos sugestionar para a Câmara dos Deputados o sentimento do Senado", complementou.

Comentários
Leia também
CUIDADO COM OS ATRAVESSADORES

Onde está o seu iate?

Está na hora de tirar os intermediários do processo de investimento para deixar o dinheiro com os investidores

MERCADO EM 5 MINUTOS

Mercado em 5 Minutos: O tão esperado dia do payroll chegou

7 de outubro de 2022 - 9:08

O grande evento no âmbito internacional é a divulgação do relatório de emprego dos EUA: os famosos dados de payroll para o mês de setembro

MERCADOS AO VIVO

Bolsa hoje: Ibovespa futuro em leve alta na contramão da cautela no exterior; dólar cai

7 de outubro de 2022 - 9:03

RESUMO DO DIA: As bolsas internacionais operam sem direção definida nesta sexta-feira (7). Os investidores aguardam a divulgação do relatório de empregos de setembro, o payroll, dos EUA. No cenário doméstico, sem grandes destaques, Ibovespa deve acompanhar o desempenho do exterior. Acompanhe por aqui o que mexe com a bolsa, o dólar e os demais mercados […]

MARKET MAKERS

Os dois ‘Brasis’: Descubra as maneiras de analisar os diferentes cenários da economia brasileira

7 de outubro de 2022 - 8:48

Economia é algo complexo e baseado em variáveis que não podem ser isoladas, além de as análises também serem influenciadas pelos pontos de vista pessoais dos especialistas

CAÇADOR DE TENDÊNCIAS

Day trade na B3: Oportunidade de lucro acima de 3% com ações da Camil (CAML3); veja a recomendação

7 de outubro de 2022 - 8:07

Identifiquei uma oportunidade de swing trade baseada na análise quant – compra dos papéis da Camil (CAML3). Saiba os detalhes

O MELHOR DO SEU DINHEIRO

A dinâmica própria do Ibovespa, a grande promessa no petróleo, segundo turno das eleições e outras notícias que mexem com seus investimentos

7 de outubro de 2022 - 8:02

Por aqui, a propaganda eleitoral volta hoje e os institutos de pesquisa seguem divulgando seus levantamentos depois do primeiro turno

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies