Menu
2019-04-05T15:49:30-03:00
Estadão Conteúdo
Acalmando os ânimos

Pauta da Previdência independe de partido, político ou do governo, diz Marinho

Secretário especial da Previdência defendeu o interesse comum na reforma da Previdência e minimizou o clima tenso entre o presidente Jair Bolsonaro e Rodrigo Maia

28 de março de 2019
7:34 - atualizado às 15:49
Secretário Especial da Previdência, Rogério Marinho
Secretário Especial da Previdência, Rogério Marinho - Imagem: Cleia Viana/Câmara dos Deputados

O secretário especial da Previdência, Rogério Marinho, minimizou as rusgas entre o presidente Jair Bolsonaro e o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ). Segundo ele, a pauta da Previdência "independe de partido, de um político ou do próprio governo", pois, em sua visão, ela é de interesse da população.

Para Marinho, a proposta que engessa parcela maior do Orçamento e torna obrigatório o pagamento de despesas hoje passíveis de adiamento, aprovada ontem na Câmara, "torna ainda maior a necessidade de equilíbrio fiscal", ou seja, a reforma da Previdência. "Qualquer vinculação do orçamento, como a que aconteceu ontem, vai ensejar um rearranjo", avaliou.

Sobre a participação do ministro da Economia, Paulo Guedes, em comissão do Senado, Marinho afirmou que foi boa para o parlamento e o governo porque estimulou o debate. "Guedes não é político, talvez não tenha sutileza, mas tem autenticidade", considerou.

Comentários
Leia também
CUIDADO COM OS ATRAVESSADORES

Onde está o seu iate?

Está na hora de tirar os intermediários do processo de investimento para deixar o dinheiro com os investidores

novos rumos

Com Biden, meio ambiente entra no foco de comércio entre Brasil e Estados Unidos

Exportadores brasileiros passam a ter outro motivo de apreensão a partir de hoje, com a chegada de Joe Biden à Casa Branca

simplificação

Governo federal lança sistema para simplificar a abertura de empresas

Segundo o Ministério da Economia, empreendedores podem abrir empresas em apenas um dia e sem necessidade de percorrer vários órgãos públicos

fim da barreira

China autoriza retomada da exportação de carne de duas unidades da JBS

Com isso, todas as restrições impostas à exportação da JBS para a China ao longo de 2020 foram levantadas e a companhia volta a ter 25 unidades aptas a exportar para o país asiático

DESTAQUES DA BOLSA

Ações ligadas ao e-commerce sobem com “efeito Netflix” e entusiasmo por Biden

Desempenho positivo da Netflix puxa Nasdaq e reflete nas empresas da “nova economia” listadas na bolsa brasileira

entrevista

Fusão entre Fiat e Peugeot tem objetivo de evitar o fechamento de fábricas, diz presidente da Stellantis

Operação reuniu 14 marcas sob uma única organização, com vendas de cerca de 8 milhões de unidades e faturamento (antes de sinergias) de € 167 bilhões

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements
Advertisements

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies