Menu
2019-05-16T13:23:16-03:00
Estadão Conteúdo
mais previsões!

Previsão de déficit primário de 2019 sobe para R$ 104,3 bi, mostra Prisma Fiscal

Para 2020, os analistas projetam um déficit de R$ 73,850 bilhões, também com uma folga para a meta, que é de R$ 110 bilhões no negativo

16 de maio de 2019
13:17 - atualizado às 13:23
O ministro da Economia, Paulo Guedes, na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Câmara, debate a reforma da Previdência (PEC 6/19)
Analistas de mercado foram ouvidos pelo Ministério da Economia - Imagem: José Cruz/Agência Brasil

Os analistas de mercado ouvidos pelo Ministério da Economia seguem prevendo que o governo entregará um déficit primário em 2019 menor que a meta fiscal negativa de R$ 139 bilhões deste ano. De acordo com o boletim Prisma Fiscal de maio, divulgado na manhã desta quinta-feira, 16, pela Pasta, a mediana das previsões passou de um rombo de R$ 100,455 bilhões para um rombo de R$ 104,334 bilhões.

Para 2020, os analistas projetam um déficit de R$ 73,850 bilhões, também com uma folga para a meta, que é de R$ 110 bilhões no negativo. No boletim anterior, as previsões indicavam um saldo negativo de R$ 68,974 bilhões para o próximo ano.

O Prisma deste mês alterou de R$ 1,570 trilhão para R$ 1,562 trilhão a previsão do mercado para a arrecadação das receitas federais em 2019. Para 2020, a projeção para a arrecadação caiu um pouco, de R$ 1,685 trilhão para 1,679 trilhão.

A estimativa para a receita líquida do Governo Central neste ano foi praticamente mantida, passando de R$ 1,317 trilhão para R$ 1,312 trilhão, enquanto para o próximo ano passou de R$ 1,410 trilhão para R$ 1,404 trilhão.

Pelo lado do gasto, a projeção de despesas totais do Governo Central neste ano caiu levemente, de R$ 1,419 trilhão para R$ 1,418 trilhão. Para 2020, a estimativa passou de R$ 1,482 trilhão para R$ 1,481 trilhão.

A mediana das projeções dos analistas do Prisma para a Dívida Bruta do Governo Geral ao fim de 2019 continua em 78,20% do PIB. Para 2020, a estimativa, que estava em 79,36% do PIB, subiu para 79,45% do PIB no relatório de hoje.

Curto Prazo

O Prisma também atualizou as projeções fiscais para este e os próximos dois meses. Para maio, a estimativa de déficit primário passou de R$ 14,404 bilhões para R$ 15,008 bilhões.

Para junho, a previsão também é de déficit, passando de R$ 13,608 bilhões para R$ 12,994 bilhões. Para julho, a projeção de saldo negativo passou de R$ 5,765 bilhões para R$ 6,231 bilhões.

Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

Quem é a Pi

Uma plataforma de investimentos feita para ajudar a atingir seus objetivos por meio de uma experiência #simples, #segura, #acessível e #transparente.

FECHAMENTO

Bolsa, dólar e juros terminam o dia no vermelho com repercussão do Orçamento e novo plano Biden

Plano de Biden de aumentar impostos não agradou o mercado e a perspectiva de nova injeção de estímulos puxou para baixo o dólar. Já os juros futuro recuaram de olho na sanção do Orçamento

dança das cadeiras

Carrefour muda alto escalão, em processo de integração com Grupo BIG

Sébastien Durchon deixa o cargo de vice-presidente de finanças e de relações com investidores; executivo ficará à frente do processo de integração com a companhia adquirida

Concorrência pesa

Lucro líquido da Intel despenca 41% no 1º trimestre

Apesar do resultado negativo, a receita da companhia caiu apenas 1% na comparação com os primeiros três meses do ano passado

Milionários na mira

Biden quer dobrar impostos sobre ganhos de capital dos mais ricos para financiar educação infantil

O presidente dos EUA aposta no aumento das taxas para investidores que ganham acima de US$ 1 milhão para financiar sua nova proposta

Oferta de ações

Caixa Seguridade (CXSE3): reservas para o IPO terminam no dia 26; veja os detalhes e se vale a pena investir

Banco público pretende captar até R$ 6,5 bilhões com a venda de parte de suas ações na empresa que reúne suas participações em seguros

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies