Menu
2019-11-05T06:56:35-03:00
Estadão Conteúdo
uma baixa

General nomeado por Bebianno deixa o governo de Jair Bolsonaro

Maynard Santa Rosa pediu demissão do comando da Secretaria de Assuntos Estratégicos; saída foi motivada por descontentamentos na relação com o atual ministro da Secretaria-Geral, Jorge Oliveira

5 de novembro de 2019
6:56
Maynard Santa Rosa
Imagem: SEAE/Divulgação

Mais um general deixou o governo. O general da reserva Maynard Santa Rosa pediu demissão do comando da Secretaria de Assuntos Estratégicos (SAE), órgão subordinado à Secretaria-Geral da Presidência. Ele era o último secretário nomeado pelo ex-ministro da pasta Gustavo Bebianno, primeiro ministro a perder o posto na Esplanada, ainda em fevereiro. A saída do militar foi comunicada à sua equipe no início da tarde desta segunda-feira, 4.

Ao menos outros cinco militares, entre generais e coronéis do Exército, que trabalham na equipe de Santa Rosa devem deixar a SAE.

Segundo apurou a reportagem, a saída do secretário foi motivada por descontentamentos na relação com o atual ministro da Secretaria-Geral, Jorge Oliveira. Logo que assumiu o cargo, em junho, Oliveira afastou a secretária de Modernização do Estado, Márcia Amorim, também nomeada por Bebianno.

Nas palavras de auxiliares, Oliveira deixou Santa Rosa na "geladeira", sinalizando que não o queria mais no cargo. Depois de pedir demissão, o general conversou com Bebianno.

Presidente do PSL durante a campanha eleitoral, Bebianno foi demitido após desentendimentos com o vereador do Rio de Janeiro Carlos Bolsonaro (PSC), filho "02" do presidente Jair Bolsonaro.

Exoneração em 2010 por Lula

Em 2010, o então presidente Luiz Inácio Lula da Silva também exonerou Santa Rosa. Na ocasião o general ocupava o cargo de chefe do Departamento Geral de Pessoal do Exército. O general havia criticado, em carta publicada na internet, a Comissão da Verdade, criada pelo governo para investigar crimes de violação aos direitos humanos durante o regime militar.

Planalto

O porta-voz do governo, Otávio Santana do Rego Barros, confirmou que Santa Rosa pediu demissão da SAE da Presidência. O porta-voz, no entanto, não comentou as razões da saída do general. Afirmou apenas que foi uma decisão "da lavra do próprio general". COLABOROU LÍGIA FORMENTI

Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

App da Pi

Aplique de forma simples, transparente e segura

FECHAMENTO

Bolsa, dólar e juros terminam o dia no vermelho com repercussão do Orçamento e novo plano Biden

Plano de Biden de aumentar impostos não agradou o mercado e a perspectiva de nova injeção de estímulos puxou para baixo o dólar. Já os juros futuros recuaram de olho na sanção do Orçamento

dança das cadeiras

Carrefour muda alto escalão, em processo de integração com Grupo BIG

Sébastien Durchon deixa o cargo de vice-presidente de finanças e de relações com investidores; executivo ficará à frente do processo de integração com a companhia adquirida

Concorrência pesa

Lucro líquido da Intel despenca 41% no 1º trimestre

Apesar do resultado negativo, a receita da companhia caiu apenas 1% na comparação com os primeiros três meses do ano passado

Milionários na mira

Biden quer dobrar impostos sobre ganhos de capital dos mais ricos para financiar educação infantil

O presidente dos EUA aposta no aumento das taxas para investidores que ganham acima de US$ 1 milhão para financiar sua nova proposta

Oferta de ações

Caixa Seguridade (CXSE3): reservas para o IPO terminam no dia 26; veja os detalhes e se vale a pena investir

Banco público pretende captar até R$ 6,5 bilhões com a venda de parte de suas ações na empresa que reúne suas participações em seguros

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies