Menu
2019-11-09T09:40:29-03:00
Deu match

Fundo Blackstone compra empresa dona dos apps de namoro Badoo e Bumble

Empresa não revelou qual será sua participação exata no conglomerado, mas a transação avaliou a companhia em US$ 3 bilhões

9 de novembro de 2019
9:40
Imagem mostra pontos que formam saco de dinheiro
Imagem: Shutterstock

A gestora de investimentos Blackstone anunciou nesta sexta-feira, 8, que vai adquirir uma participação majoritária na MagicLab, uma holding que controla alguns dos principais aplicativos de namoro do mundo - o pioneiro Badoo e o Bumble. A empresa não revelou qual será sua participação exata no conglomerado, mas a transação avaliou a companhia em US$ 3 bilhões.

Fundado em 2006 pelo empresário russo Andrey Andreev, o Badoo foi um dos primeiros sites de relacionamentos da internet e ajudou a mudar a forma como as pessoas se conhecem na internet. Hoje, o Badoo está presente em 190 países e é usado por 450 milhões de pessoas.

Ao longo dos anos, Andreev acumulou investimentos em outros serviços do gênero - no início deste ano, decidiu consolidá-los em uma única marca. Foi a forma encontrada pelo executivo para rivalizar com outro conglomerado dos apps de namoro, o Match, que concentra serviços como Tinder, OkCupid e Hinge, além da plataforma que lhe dá nome. Em comunicado, a MagicLab afirmou que já ajudou a "transformar a vida de 500 milhões de pessoas com encontros, contatos sociais e de negócios".

Já o Bumble foi criado em 2014 por Whitney Wolfe Herd, uma ex-funcionária do Tinder que decidiu criar seu próprio serviço com uma atenção específica às mulheres - no app, apenas as mulheres podem iniciar uma conversa depois que há uma combinação entre perfis de usuários (o chamado "match").

Hoje, o aplicativo tem 75 milhões de usuários em todo o mundo. Como parte do acordo com a Blackstone, Whitney assumirá o posto de presidente executiva do MagicLab, substituindo Andreev, que venderá suas ações em totalidade à gestora de recursos.

Em nota, o russo afirmou que o investimento representa "uma grande oportunidade para desenvolver mais as marcas e a plataforma, levando o MagicLab a novos níveis de crescimento e expansão". Já Whitney reforçou a missão da empresa de realizar encontros que respeitem a diversidade dos usuários. "Seguiremos trabalhando com o objetivo de recalibrar as normas de gênero e permitir que as pessoas se conectem em nível global", afirmou a executiva, por meio de nota.

Diretor da área de crescimento da Blackstone, Jon Korngold expressou no mesmo comunicado seu entusiasmo em "investir no MagicLab, por uma equipe talentosa e um conjunto sólido de plataformas como o Bumble, que tem o compromisso da inclusão e do empoderamento feminino", afirmou.

Após o anúncio da negociação, a notícia mexeu com o mercado - as ações do Match Group operavam com queda de 2,5% na bolsa de valores Nasdaq nesta sexta-feira, 8.

*Com informações do jornal O Estado de S. Paulo.

Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

App da Pi

Aplique de forma simples, transparente e segura

FII do mês

Os melhores fundos imobiliários para investir em agosto segundo 6 corretoras

FII mais indicado já é habitué do pódio, mas também tem novidade no top 3 das corretoras para agosto; os fundos mais diversificados e defensivos são os preferidos em tempos de crise

eleição em 3/11

Senadora Kamala Harris é escolhida vice de Biden nas eleições dos EUA

Biden anunciou o nome em sua conta no Twitter

seu dinheiro na sua noite

Ações da Amazon, Facebook e XP mais perto de você

Você sabe o que as gigantes de tecnologia como Amazon, Microsoft e Facebook, além de empresas brasileiras como XP Investimentos e PagSeguro, têm em comum? Todas elas possuem ações listadas em bolsas no exterior. Isso significa que você só consegue virar sócio de uma delas se remeter seus recursos e operar por uma corretora lá […]

privatizações frustradas

Secretário de Privatização e Desestatização, Salim Mattar deixa o governo

Informação foi confirmada pelo ministro Paulo Guedes; o secretário especial de Desburocratização, Gestão e Governo Digital, Paulo Uebel, também deixou o posto

negócio assinado

Stone confirma acordo de fusão com a Linx em negócio de R$ 6 bilhões

Acordo avalia ação da Linx em R$ 33,76. Operação será implementada por meio da incorporação de ações, pela qual cada ação ordinária da Linx será contribuída para a Stone em troca de papéis preferenciais

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements