Menu
2019-11-17T13:28:17-03:00
Victor Aguiar
Victor Aguiar
Jornalista formado pela Faculdade Cásper Líbero e com MBA em Informações Econômico-Financeiras e Mercado de Capitais pelo Instituto Educacional BM&FBovespa e UBS Escola de Negócios. Trabalhou nas principais redações de economia do país, como Bloomberg, Agência CMA, Agência Estado/Broadcast e Valor Econômico.
Contrato fechado

Embraer recebe seis novos pedidos por aeronaves; encomendas somam US$ 374 milhões

A companhia aérea nigeriana Air Peace e a arrendadora egípcia CIAF Leasing acertaram novos pedidos de aeronaves à Embraer

17 de novembro de 2019
13:28
Embraer
Imagem: Divulgação

A Embraer é uma das participantes do Dubai Airshow 2019, um importante encontro dos principais elos da indústria aeroespacial. O evento, realizado na capital dos Emirados Árabes Unidos, começou neste domingo (17) e vai até a próxima quinta-feira (21) — mas, já no primeiro dia, a empresa brasileira conseguiu fechar dois negócios.

A fabricante de aeronaves recebeu seis encomendas: a companhia aérea nigeriana Air Peace assinou um contrato para três jatos E195-E2, no valor de US$ 212,6 milhões; a arrendadora egípcia CIAF Leasing pediu três aviões E190, avaliados em US$ 161,4 milhões. As ordens serão incluídas na carteira de pedidos da Embraer no quarto trimestre.

A Air Peace já havia feito uma compra de 13 aeronaves E195-E2 em abril. O contrato ainda previa 17 direitos de compra para o mesmo modelo — assim, as encomendas fechadas hoje estão inseridas nessas opções que foram previamente acertadas. A primeira entrega está prevista para o segundo trimestre de 2020.

A Air Peace é a maior companhia aérea da África Ocidental, com voos que conectam a Nigéria aos principais países da região. A empresa possui apenas uma rota transcontinental, conectando Lagos, a capital nigeriana, a Dubai, nos Emirados Árabes.

A CIAF Leasing compra aeronaves e depois faz o arrendamento desses aviões para diversas companhias aéreas no mundo. Atualmente, a empresa possui em sua frota três jatos E170 da Embraer — ainda neste mês, serão entregues dois E195. Os novos E190 solicitados hoje chegarão à empresa entre abril e junho do ano que vem.

Embraer em números

Ao fim do terceiro trimestre deste ano, a Embraer possuía uma carteira firme com 345 pedidos para serem entregues, no montante de US$ 16,2 bilhões. Entre julho e setembro deste ano, a companhia brasileira entregou 44 aviões, sendo 17 aeronaves comerciais e 27 jatos executivos.

Esses dados, no entanto, não ajudaram a dar impulso ao balanço da Embraer no trimestre. A fabricante encerrou o período com um prejuízo de R$ 314,4 milhões — um salto de mais de 500% em relação às perdas de R$ 52,3 milhões contabilizadas há um ano.

A receita líquida ficou praticamente estável na mesma base de comparação, registrando um leve aumento de 1,8%, para R$ 4,692 bilhões.

Comentários
Leia também
INVISTA COMO UM MILIONÁRIO

Sirva-se no banquete de investimentos dos ricaços

Você sabe como ter acesso aos craques que montam as carteiras dos ricaços com aplicações mínimas de R$ 30? A Pi nasceu para colocar esses bons investimentos ao seu alcance

Inimigos do Investidor

Por que os seus erros importam mais do que os acertos

O desafio não é você ter uma caminhada sem erros, algo que não existe. O desafio é que seus erros tenham um custo muito menor do que os ganhos que você vai incorrer.

Otimismo local

Ibovespa abre em alta e dólar cai; recuperação do varejo se sobrepõe à tensão com a Covid-19

A surpresa positiva com o resultado de vendas no varejo no Brasil em maio dá ânimo aos investidores e recoloca o Ibovespa no nível de 99 mil pontos, apesar do clima mais tenso no exterior

Títulos públicos

Veja os preços e as taxas do Tesouro Direto nesta quarta-feira

Confira os preços e taxas de todos os títulos públicos disponíveis para compra e resgate

para evitar contágio

Reabertura gradual das agências do INSS é adiada para 3 de agosto

Atendimento exclusivo por meio de canais remotos fica prorrogado até o dia 31 de julho e continuará sendo realizado mesmo após a reabertura das agências

números da crise

Pedidos de recuperação judicial sobem 82,2% em junho, diz Boa Vista

Falências decretadas e as recuperações judiciais deferidas subiram 93% e 103,3%, respectivamente

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements