Menu
2019-09-02T10:06:43-03:00
Eduardo Campos
Eduardo Campos
Jornalista formado pela Universidade Metodista de São Paulo e Master In Business Economics (Ceabe) pela FGV. Cobre mercado financeiro desde 2003, com passagens pelo InvestNews/Gazeta Mercantil e Valor Econômico cobrindo mercados de juros, câmbio e bolsa de valores. Há 6 anos em Brasília, cobre Banco Central e Ministério da Fazenda.
Câmbio

BC vende US$ 450 milhões à vista dos US$ 580 milhões ofertados

Banco Central (BC) começou rolagem dos US$ 11,6 bilhões em swaps que vencem em novembro

2 de setembro de 2019
10:06
pá-de-dolares
Imagem: Shutterstock

O Banco Central (BC) começou a rolagem dos US$ 11,6 bilhões em swaps cambiais que vencem em novembro. O modelo de rolagem é o mesmo adotado no fim do mês passado, no qual o BC deixa o mercado escolher entre dólar à vista ou swaps.

O primeiro leilão à vista foi de US$ 580 milhões e foram colocados US$ 450 milhões. Os US$ 130 milhões que não foram colocados serão ofertados via swap tradicional, que equivale à venda de dólar no mercado futuro.

Se manter o ritmo de US$ 580 milhões por dia, o BC rola todo o lote até o dia 27 de setembro. Mas nada impede o BC de acelerar ou reduzir o ritmo.

As rolagens também não impedem o BC de fazer outras operações no mercado. Na semana passada, o BC fez um leilão surpresa de dólar à vista, além de uma rolagem de linha com compromisso de recompra no valor de US$ 1,5 bilhão.

Quer entender a diferença entre leilão à vista, swap, swap reverso e linha? Veja esse texto aqui.

Comentários
Leia também
DINHEIRO QUE PINGA NA SUA CONTA

Uma renda fixa pra chamar de sua

Dá para ter acesso a produtos melhores do que encontro no meu banco? (Spoiler: sim).

Negócio fechado

Petrobras assina venda de sua fatia de 50% no campo terrestre de Rabo Branco

O campo teve produção média em 2020 de 131 barris de petróleo por dia (bpd).

O MELHOR DO SEU DINHEIRO

O Fundo Verde e a tragédia grega do Brasil

Ao despertar a fúria de Zeus por ter entregue o fogo do Olimpo aos mortais, Prometeu foi acorrentado e punido: durante o dia, uma águia devorava seu fígado; durante a noite, o órgão se regenerava — um ciclo de tormento eterno. Tragédias gregas, infelizmente, costumam ser úteis ao falarmos sobre o Brasil. Reformas econômicas demandam […]

FECHAMENTO

Commodities amenizam a queda da bolsa, mas exterior negativo e nova crise em Brasília falam mais alto

As commodities mais uma vez tentaram salvar a bolsa brasileira de um dia no vermelho, mas o exterior negativo e a cautela em Brasília falaram mais alto

Presidente otimista

EUA devem ter retomada econômica mais rápida em quase 40 anos, diz Biden

Segundo o democrata, o foco de seu governo se manterá em criar empregos e combater a pandemia de covid-19

Gestão na crise

Brasil vive uma espécie trágica de dia da marmota, diz Verde Asset

Navegar os mercados locais vem sendo uma odisseia extremamente complexa e nada indica que vai melhorar, diz a gestora de Luis Stuhlberger

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies