Menu
2019-12-02T19:29:25-03:00
Eduardo Campos
Eduardo Campos
Jornalista formado pela Universidade Metodista de São Paulo e Master In Business Economics (Ceabe) pela FGV. Cobre mercado financeiro desde 2003, com passagens pelo InvestNews/Gazeta Mercantil e Valor Econômico cobrindo mercados de juros, câmbio e bolsa de valores. Há 6 anos em Brasília, cobre Banco Central e Ministério da Fazenda.
Crédito Privado

Índices de debêntures têm queda inédita em novembro

Segundo Anbima, queda reflete movimentação no mercado secundário. Índice ligado às debêntures incentivadas caiu 2,07% e índice ligado ao DI teve primeira queda da história

2 de dezembro de 2019
19:27 - atualizado às 19:29
Seta para baixo
Imagem: Shutterstock

O mercado de crédito privado, notadamente as debêntures, tem deixado alguns investidores bastante preocupados em função de cotas negativas e elevados resgates. Sabemos que o mercado passa por um grande ajuste técnico, depois de uma disparada nas captações e consequente queda nos prêmios de risco, mas agora a Anbima nos dá uma dimensão dessa movimentação.

Pela primeira vez na história, o Índice de Debêntures Anbima – DI, que representa as debêntures remuneradas pela taxa DI, teve variação negativa de 0,07%, em novembro. O indicador é calculado desde 2009. Segundo a Anbima, a queda foi decorrente de ajustes de preços no mercado secundário.

Outros indicadores desse mercado também tiveram desempenho negativo: o mais significativo foi o IDA-IPCA Infraestrutura, formado por debêntures incentivadas, com recuo de 2,07%. Na sequência, está o IDA-IPCA, que representa as debêntures atreladas ao IPCA, com queda de 1,58%. Já o IDA-Geral, que espelha o comportamento de todas as debêntures, caiu 0,65%.

Ajuste

Já tratamos desse assunto nesse texto aqui, mas em resumo, esse mercado passa por um ajuste em função de questões técnicas. Não há problema de quebradeira generalizada de empresas que estão deixando de honrar suas dívidas – tivemos sim um evento com a Rodovias do Tiête.

Alguns fundos de crédito privado, notadamente os que aplicam em debêntures incentivadas, tem o apelo de isenção de Imposto de Renda e vinham atraindo enorme quantidade de investidores em função de retornos bem acima do CDI. Mais de 150 mil pessoas entraram para esses fundos em 12 meses terminados em setembro.

Esse acelerado crescimento levou o mercado a uma dinâmica de “bola de neve positiva”, com rentabilidade e baixa volatilidade chamando mais investidores para o produto. No entanto, chegou um ponto no qual a elevada demanda deprimiu tanto os prêmios de risco que a relação risco/retorno deixou de ser atrativa.

Junto disso, houve firme movimentação de venda de papéis no mercado secundário, com alguns investidores realizando lucros, o que levou fundos a fazer marcação a mercado de seus ativos, o que se refletiu nas cotas dos fundos.

Toda essa movimentação serve de alerta para o investidor para que ele conheça bem o produto no qual está investindo e os riscos associados ao mercado de crédito privado. Fica a recomendação de leitura de outros materiais da equipe do Seu Dinheiro sobre o assunto.

 

Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

Quem é a Pi

Uma plataforma de investimentos feita para ajudar a atingir seus objetivos por meio de uma experiência #simples, #segura, #acessível e #transparente.

coronavírus

Justiça manda governo suspender campanha ‘O Brasil não pode parar’

Propaganda incetivava as pessoas a saírem de casa, em contrariedade a medidas sanitárias de isolamento preconizadas por autoridades internacionais, estaduais e municipais

de olho no balanço

Lucro da Eletrobras cai 20% e atinge R$ 10,7 bilhões em 2019

Empresa divulgou um lucro líquido de R$ 3,12 bilhões no período entre outubro e dezembro do ano passado. O valor é 77,3% menor que o mesmo período de 2018

magazine

Magazine Luiza anuncia doação de R$ 10 milhões para combate ao coronavírus

Segundo a empresa, o valor é destinado à compra de respiradores artificiais, leitos, colchões e travesseiros para equipar hospitais públicos e filantrópicos de todo o país

crise

Campanha do governo eleva tensão política no país

Peça estimula as pessoas a saírem de casa, na contramão de recomendações de organismos de saúde; parlamentares e prefeitos ameaçam ir à Justiça

maior número do planeta

EUA chegam a 100 mil casos de coronavírus

Número é o maior do mundo; Itália tem 86 mil casos e China 81 confirmados

olho no futuro

Eletrobras prevê investir R$ 32 bilhões até 2024

Projeção foi elaborada antes da crise; segundo a companhia, R$ 13,9 bilhões do valor anunciado serão usados no projeto da Usina Nuclear Angra 3

crise

‘Eu tenho o poder de interferir e vou continuar interferindo, diz Bolsonaro

Presidente voltou a pedir o fim do isolamento social como método para conter o avanço do novo coronavírus

em razão do coronavírus

Brasil fecha fronteiras aéreas para estrangeiros de todas as nacionalidades

Portaria prevê exceções e a restrição não vale para brasileiros, imigrantes que moram no Brasil, estrangeiros em missão de organismos internacionais e parentes diretos de brasileiros

Três níveis para construir sua fortuna

Estamos a caminho de um gigantesco crash no mercado acionário, mas ele não é o problema. O verdadeiro problema é como as pessoas se sustentam quando seus dias tendo um emprego chegam ao fim. Eu e minha esposa Kim criamos uma solução para isso.

TRANSPORTES

Setores de transporte reagem a propostas de suspensão da cobrança de pedágios

A Confederação Nacional do Transporte (CNT) foi uma que veio a público para repudiar a ideia

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements