Menu
2019-04-01T11:26:35-03:00
Luis Ottoni
Luis Ottoni
Jornalista formado pela Universidade Mackenzie e pós-graduando em negócios pela Fundação Getúlio Vargas. Atuou nas editorias de economia nos portais G1, da Rede Globo, e iG.
Com minério mais caro

BTG Pactual acha que está na hora de comprar ações da CSN

Em relatório, o analista do BTG, Leonardo Correa, destaca que a mudança em relação à nota se dá em um momento que a CSN se beneficia dos preços mais altos do minério de ferro

23 de janeiro de 2019
11:31 - atualizado às 11:26
Companhia Siderúrgica Nacional (CSN)
Companhia Siderúrgica Nacional (CSN) - Imagem: Marcos Arcoverde/Estadão Conteúdo

O BTG Pactual está positivos com o futuro da Companhia Siderurgia Nacional (CSN).

O analista do banco, Leonardo Correa, alterou a nota da companhia de "neutral" para "compra" nesta terça-feira, 23.

Com isso, o preço-alvo foi elevado de R$ 11 para R$ 13, o que implica em um potencial de alta de 33% em relação ao último fechamento.

Em relatório, Correa destaca que a mudança em relação à nota se dá em um momento que a CSN se beneficia dos preços mais altos do minério de ferro. Isso acabou resultado na venda de ativos não essenciais.

Portanto, segundo o analista, a postura de cautela do banco diante do papel "não é mais justificada".

'Insustentável'

A mudança na nota por parte do BTG acontece após diversas críticas das instituições sobre a estrutura de capital da CSN, a qual classificava como "insustentável".

“Em 2018, ficou claro para nós que a gestão havia abordado suas questões operacionais, com uma sólida performance no ano em todas as divisões […] com os preços do minério de ferro surpreendendo positivamente no início deste ano, o que deve continuar, e as vendas de ativos prestes a serem anunciadas”, diz o relatório.

Comentários
Leia também
DINHEIRO QUE PINGA NA SUA CONTA

Uma renda fixa pra chamar de sua

Dá para ter acesso a produtos melhores do que encontro no meu banco? (Spoiler: sim).

Seu Dinheiro na sua noite

O grande respiro do câmbio e mais…

“Ih, vai ser uma semana daquelas”, pensei eu na segunda-feira, ao olhar a agenda de eventos previstos para os dias seguintes. Teríamos decisão do Copom e relatório de empregos nos EUA — e isso sem contar os inúmeros balanços corporativos. Em semanas assim, eu gosto de traçar alguns cenários na minha cabeça: se o BC […]

Fechamento da semana

Real ganha do dólar na semana e bolsa sobe mais de 2% com economia americana nem tão aquecida e Copom incisivo

Os problemas domésticos foram para baixo do tapete e os fatores externos ajudaram o Real a se valorizar e a bolsa a romper resistências importantes. Confira um resumo da semana.

Mudou de ideia?

Elon Musk passa a recomendar cautela com o dogecoin às vésperas de sua participação no SNL

O bilionário, que já fez a moeda-meme disparar 60% com apenas um tweet, exibiu um alerta para as limitações do mercado de criptoativos

pandemia

Estudo aponta relação entre negacionismo de Bolsonaro e evolução da pandemia no Brasil

Segundo o levantamento, em cidades onde o presidente obteve mais de 50% dos votos no segundo turno das eleições de 2018, número de mortes foi 415% maior do que nos municípios onde ele perdeu o pleito

Insistência incomoda

Ex-presidente do BC Affonso Pastore acredita que ajuste parcial da Selic é insustentável

O economista defende o reconhecimento explícito de que a instituição perseguirá o ajuste integral da taxa básica de juros

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies