Menu
2019-04-05T10:23:02-03:00
Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
BMW, Daimler e Volkswagen

UE acusa montadoras alemãs de conspiração para limitar desenvolvimento de tecnologias

Suspeita é de que as empresas teriam se reunido para discutir conjuntamente o desenvolvimento e uso de tecnologias para restringir emissões de gases; na Bolsa de Frankfurt, por volta das 9h (horário de Brasília), as ações da Volkswagen caíam 0,43% e as da Daimler tinham baixa marginal de 0,09%, mas as da BMW subiam 0,8%

5 de abril de 2019
10:19 - atualizado às 10:23
fabrica-volkswagen
Volkswagen - Imagem: Volkswagen/Divulgação

As montadoras alemãs BMW, Daimler e Volkswagen teriam conspirado para limitar o desenvolvimento de tecnologias para reduzir emissões de gases e assim violado as leis antitruste da União Europeia (UE) — conjunto de normas que ajuda os países a regular a conduta das empresas.

É o que diz a Comissão Europeia, orgão executivo do bloco europeu, que começou a investigar o setor automotivo da Alemanha depois de conduzir inspeções, em outubro de 2017, em instalações da BMW, da Daimler e da Volkswagen e de sua subsidiária Audi.

A operação foi motivada por suspeita de que as empresas teriam se reunido para discutir conjuntamente o desenvolvimento e uso de tecnologias para restringir emissões.

Na Bolsa de Frankfurt, por volta das 9h (horário de Brasília), as ações da Volkswagen caíam 0,43% e as da Daimler tinham baixa marginal de 0,09%, mas as da BMW subiam 0,8%.

Em comunicado divulgado hoje, a Comissão disse que informou às montadoras que, segundo avaliação preliminar, elas podem ter desrespeitado leis antitruste da UE entre 2006 e 2014. As empresas têm agora 10 semanas para estudar as conclusões da Comissão e responder às preocupações da UE.

"Empresas podem cooperar de muitas formas para melhorar a qualidade de seus produtos. No entanto, as regras de concorrência da UE não permitem conspiração para fazer exatamente o oposto: não melhorar seus produtos, não concorrer com base na qualidade", comentou a comissária de concorrência da UE, Margrethe Vestager.

A Comissão não comentou sobre possíveis multas às montadoras como resultado da investigação, que ainda pode demorar meses para ser concluída.

* Com Estadão Conteúdo 

Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

Que pi… é essa?

Eu decidi sair do banco, mas não queria entrar em uma enrascada. Bem, acredito que eu tenha encontrado um portal para fugir dessa Caverna do Dragão das finanças. E cá estou para explicar essa descoberta.

Novidades na B3?

Multilaser e Invest Tech entram na fila de pedidos de IPO

As duas empresas engrossam a lista de ofertas em análises na Comissão de Valores Mobiliários (CVM), que já conta com 28 pedidos

Ainda falta chão...

Reforma administrativa dá mais um passo na Câmara dos Deputados

O relator leu hoje seu parecer pela constitucionalidade da proposta na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ); votação deve ocorrer a partir do dia 20

Novo momento

Fertilizantes Heringer registra prejuízo líquido de R$ 7,46 milhões no 1º tri

Empresa teve melhor Ebitda da história para um primeiro trimestre, mas resultado foi impactado por despesas financeiras

na b3

GetNinjas estreia em queda na bolsa, após IPO com ação abaixo do previsto

Empresa levantou R$ 550 milhões na oferta inicial de ações, com desconto de quase 20% do valor do papel em relação ao preço mínimo da faixa

Diversificando

BTG Pactual lança fundo de investimento 100% em bitcoin

O lançamento vem em linha com a diversificação de ativos oferecidos pelo banco

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies