A AÇÃO QUE ESTÁ REVOLUCIONANDO A INFRAESTRUTURA DO BRASIL E PODE SUBIR 50%. BAIXE UM MATERIAL GRATUITO

2019-05-28T14:20:08-03:00
Estadão Conteúdo
um passo atrás

BNDES vai devolver mais de R$ 30 bi ao Tesouro em 31 de maio, diz Levy

Ele disse ainda que os desembolsos do banco devem ficar abaixo de 1% do PIB em 2019, “proporção que não se via desde o começo dos processos de privatizações” no Brasil

28 de maio de 2019
14:19 - atualizado às 14:20
C3BDFBD2-B170-44D5-9A68-7968AB888FDE
Levy ressaltou em sua apresentação que o Brasil está muito atrás de seus competidores em investimentos em infraestrutura. - Imagem: Valter Campanato/Agência Brasil

O presidente do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), Joaquim Levy, afirmou nesta terça-feira, 28, que a instituição continuará devolvendo recursos ao Tesouro Nacional, com a previsão de mais R$ 30 bilhões no próximo dia 31 de maio. A declaração foi dada durante evento em São Paulo sobre PPPs e concessões.

Levy disse ainda que os desembolsos do banco devem ficar abaixo de 1% do PIB em 2019, "proporção que não se via desde o começo dos processos de privatizações" no Brasil.

O presidente do BNDES afirmou também que a dependência de empréstimos do banco tem diminuído. "Isso ocorre muito por causa da disciplina do banco em diminuir ativos e com a devolução de recursos ao Tesouro", disse.

Levy ressaltou em sua apresentação que o Brasil está muito atrás de seus competidores em investimentos em infraestrutura. "Isso é particularmente sério em saneamento, onde investimos um terço do que deveríamos", comentou.

Ele afirmou que o BNDES deve se envolver mais em saneamento, logística e não tanto em telecomunicações. Reiterou também que o BNDES colabora com a primeira "privatização real" de um porto no Brasil, o do Espírito Santo.

Boa base

O presidente do BNDES disse também que o banco quer ter uma "boa base de capital" para acessar recursos no mercado e emprestar no longo prazo, em vez de depender de recursos emprestados pelo Tesouro Nacional. "Podemos continuar tendo acesso a recursos institucionais, mas podemos também ter acesso ao mercado, como fazem outros bancos de desenvolvimento, com uma base de capital robusta que permita esse funcionamento", comentou.

Sobre a carteira do banco, Levy disse que o BNDESPar tem R$ 100 bilhões em ativos variados, em ações listadas, "algumas motivadas por razões históricas, como empresas que precisavam ser salvas". "Muitas estão bem capacitadas e começam a ser vendidas, é processo salutar", disse. "E há posições, como Petrobras e outras empresas, inclusive não estatais, que já estão bastante maduras para serem vendidas."

Comentários
Leia também
Um self service diferente

Como ganhar uma ‘gorjeta’ da sua corretora

A Pi devolve o valor economizado com comissões de autônomos na forma de Pontos Pi. Você pode trocar pelo que quiser, inclusive, dinheiro

NOITE CRIPTO

Bitcoin (BTC) sente pressão do Fed e recua na semana, enquanto ethereum (ETH) sustenta alta impulsionada pela “The Merge”; entenda

18 de agosto de 2022 - 20:25

O ethereum (ETH) vence a letargia do mercado hoje ainda impulsionado pela The Merge, atualização que, segundo analista, foi enfim “descoberta” pelo mercado

ELEIÇÕES 2022

Bolsonaro aparece no retrovisor de Lula, mas petista ainda pode levar no primeiro turno, segundo Datafolha

18 de agosto de 2022 - 20:00

Essa é a primeira pesquisa de intenção de voto divulgada após o início oficial da campanha presidencial, que começou há dois dias

REBATEU FAKE NEWS

“Estou meio acostumada a tomar paulada”: Luiza Trajano fala sobre política, empreendedorismo e os desafios do Magalu (MGLU3)

18 de agosto de 2022 - 19:13

A empresária rebateu alguns dos principais boatos que envolvem o seu nome e comentou as perspectivas do varejo no TAG Summit 2022

MAIS UM PASSO

Unindo os jalecos: acionistas do Fleury (FLRY3) e Hermes Pardini (PARD3) aprovam a fusão entre as companhias

18 de agosto de 2022 - 19:12

Os acionistas de Fleury (FLRY3) e Hermes Pardini (PARD3) deram aval para a junção dos negócios das companhias; veja os detalhes

o melhor do seu dinheiro

Ibovespa faz o dever de casa, o futuro das petroleiras e quem vai ficar com Congonhas; confira os destaques do dia

18 de agosto de 2022 - 18:40

Passado o grande evento da semana — a divulgação de ontem (17) da ata da última reunião do Federal Reserve — os investidores tiveram pouco com o que trabalhar nesta quinta-feira (18), levando as bolsas globais a mais um dia de muita volatilidade.  A cautela inicial em Nova York e a subida dos juros futuros […]

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies