Menu
2019-10-09T17:41:02-03:00
Pulando fora

B3 tem retirada de R$ 1,352 bilhão de recursos estrangeiros no dia 7 de outubro

Clima de cautela é alimentado por incertezas com relação ao crescimento global, a guerra comercial, o Brexit e a falta de previsibilidade macroeconômica no Brasil

9 de outubro de 2019
16:45 - atualizado às 17:41
B3
Imagem: Shutterstock

Os estrangeiros retiraram R$ 1,352 bilhão da bolsa brasileira na última segunda-feira (7). As incertezas com relação ao crescimento da economia global, os altos e baixos na guerra comercial entre Estados Unidos e China, os percalços envolvendo o Brexit, no Reino Unido, além da falta de previsibilidade em questões macroeconômicas no Brasil, mantêm o clima de cautela.

  • Correção: Na primeira versão desta reportagem, foi informado incorretamente que os estrangeiros retiraram R$ 3,167 bilhões da bolsa brasileira no dia 7/10 e que essa seria a maior retirada desde setembro de 2012. O volume correto de saída é R$ 1,352 bilhão. A informação foi corrigida pelo Estadão Conteúdo e esta reportagem foi atualizada às 17h40 do dia 9.

Para André Perfeito, economista-chefe da Necton Investimentos, a despeito do entusiasmo do investidor local com a bolsa, o estrangeiro ainda não está convencido de uma melhora sistemática da economia brasileira.

"A gente olha juro baixo no mundo e até aqui mesmo no Brasil como uma medida positiva. Mas na verdade o juro baixo revela a situação frágil em que vivemos. É a expressão otimizada do mal-estar. Isso acaba fazendo com que o investidor fique mais cuidadoso", afirma.

Em 2019, os estrangeiros já fizeram outras quatro retiradas diárias expressivas na bolsa brasileira: de R$ 2,222 bilhões (03/01), R$ 2,108 bilhões (14/04), R$ 2,089 bilhões (05/08) e R$ 2,191 bilhões (03/09).

Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

Quem é a Pi

Uma plataforma de investimentos feita para ajudar a atingir seus objetivos por meio de uma experiência #simples, #segura, #acessível e #transparente.

Novo corte

Como ficam os seus investimentos em renda fixa com a Selic em 2,00% ao ano

Veja como fica o retorno das aplicações conservadoras de renda fixa agora que o Banco Central cortou a Selic mais uma vez

Mínima histórica

Banco Central reduz Selic para 2% ao ano e sinaliza fim do ciclo de cortes de juros

Essa foi a nona (e última?) redução consecutiva no atual ciclo de queda da Selic, que começou em julho do ano passado

Apuração do SD Premium

VVAR3: Via Varejo sobe 25% em um mês e confirma previsão de analistas consultados pelo Seu Dinheiro

Companhia segue em franco crescimento e foi a mais listada como favorita pelas corretoras e bancos, segundo apuração exclusiva feita aos leitores do SD Premium; dentre as recomendações, Banco Inter e Sinqia também trouxeram bons frutos

CRYPTO NEWS

O bitcoin e outras criptomoedas estão subindo. Você sabe como se aproveitar desse ‘bull market’?

Qual seria a alocação ideal para capturar o movimento? Tenho algumas proposições que vão das mais conservadoras até a mais ousada

Mercados hoje

Ibovespa fecha em alta consistente com exterior e expectativa de novo corte de juro

Dólar subiu com comentários de Guedes, mas situação global da moeda limitou alta

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements