2019-04-04T15:57:01-03:00
Estadão Conteúdo
Ranking da Austing Rating

Mesmo com alta do PIB no 3º trimestre, Brasil ainda amarga crescimento abaixo dos Brics

Entre os principais países emergentes, o Produto Interno Bruto brasileiro só ficou acima do crescimento da Rússia

30 de novembro de 2018
14:17 - atualizado às 15:57
BRICS
Índia e China lideram o ranking com alta de 7,4% e 6,5% no terceiro trimestre de 2018Imagem: Shutterstock

O Brasil ficou na 39ª posição em um ranking de 44 países por taxa de crescimento do Produto Interno Bruto (PIB), elaborado pela Austin Rating. Com alta de 1,3% no PIB do terceiro trimestre em relação ao mesmo período do ano passado, o País ficou à frente apenas da Rússia no grupo de países que compõem o grupo de países emergentes conhecido como Brics (Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul), que registrou alta média de 4,1% no período.

Índia e China lideram o ranking com alta de 7,4% e 6,5% no terceiro trimestre de 2018 contra o mesmo período de 2017. Brasil e Rússia países tiveram o mesmo desempenho no trimestre, mas o Brasil ficou na frente porque o país asiático não divulgou o resultado do segundo trimestre, que é usado pela consultoria como critério de desempate.

Pelas projeções da Austin Rating, o Brasil terá o pior crescimento entre os Brics em 2018, 1,6%. Em 2019, o País pode voltar a crescer mais do que a Rússia, 2,5% ante 1,7%. A Índia pode sustentar a alta taxa de crescimento, com projeção de alta de 7,2% e 7,4%, em 2018 e 2019 respectivamente.

A média de crescimento nos 44 países pesquisados no período entre julho e setembro de 2018 foi de 2,8%. Na Zona do Euro, a média ficou em 1,7% e os Estados Unidos registraram crescimento de 3%.

 

Quer nossas melhores dicas de investimentos de graça em seu e-mail? Clique aqui e receba a nossa newsletter diariamente
Comentários
Leia também
CUIDADO COM OS ATRAVESSADORES

Onde está o seu iate?

Está na hora de tirar os intermediários do processo de investimento para deixar o dinheiro com os investidores

SEU DINHEIRO NA SUA NOITE

Ibovespa resiste em alta, as ofertas de ações da Arezzo e da Equatorial e uma pedra no sapato dos FIIs: veja as principais notícias desta quinta

Após o discurso duro do presidente do Federal Reserve, Jerome Powell, na tarde de ontem, o que desencadeou uma forte queda nas bolsas americanas, hoje foi dia de ajuste nas bolsas globais. O Ibovespa começou o dia novamente com uma alta substancial, ainda movido pela entrada de recursos estrangeiros na bolsa brasileira, aproveitando-se dos descontos […]

OLÉ!

Apple dribla crise de chips e justifica protagonismo entre big techs com trimestre histórico; confira desempenho da maçã e a reação do mercado

Os últimos três meses do ano são de extrema importância para a empresa, pois fornece a Wall Street uma visão de como seus produtos podem se comportar no ano seguinte

Fechamento Hoje

Em dia de ajuste pós-Fed, Ibovespa fecha em alta de mais de 1% e testa os 113 mil pontos; dólar cai

Piora em NY chegou a desacelerar as altas na bolsa brasileira, que conseguiu se recuperar na reta final do pregão

QUE GOLAÇO!

Token do Santos será o primeiro a pagar “dividendos” a investidor após negociação do atacante Yuri Alberto; entenda e saiba como receber

Revelado pelo Santos e destaque no Internacional, Yuri Alberto faz parte de uma cesta de atletas que podem gerar algum lucro para quem tiver os Tokens da Vila

DE VOLTA ÀS ESTRADAS

Com a bênção da ANTT, Itapemirim recua em plano de suspender linhas de ônibus; confira as rotas que vão funcionar normalmente

Grupo, que está em recuperação judicial, surpreendeu passageiros no final do ano passado ao cancelar voos da ITA, sua recém inaugurada companhia aérea