Menu
2019-04-04T14:00:53-03:00
Fernando Pivetti
Fernando Pivetti
Jornalista formado pela Universidade de São Paulo (USP). Foi repórter setorista de Banco Central no Poder360, em Brasília, redator no site EXAME e colaborou com o blog de investimentos Arena do Pavini.
Luis Ottoni
Luis Ottoni
Jornalista formado pela Universidade Mackenzie e pós-graduando em negócios pela Fundação Getúlio Vargas. Atuou nas editorias de economia nos portais G1, da Rede Globo, e iG.
Mercados

Pesquisa eleitoral e decisão do Fed fazem mercado viver montanha-russa

Ibovespa chegou a cair depois da pesquisa Ibope, se recuperou com a decisão do Fed mas voltou a perder força após fala de Powell

26 de setembro de 2018
17:05 - atualizado às 14:00
Dólar americano
Mercado viveu um dia de intensa volatilidadeImagem: shutterstock

O mercado chegou ao meio da semana com a mesma volatilidade dos últimos dias nesta quarta-feira, 26, mas desta vez com algumas doses extras de emoção. O principal índice da bolsa de valores de São Paulo abriu o pregão em alta, teve fortes oscilações ao longo da tarde e fechou praticamente estável.

Os investidores passaram a manhã atentos à divulgação de mais uma pesquisa Ibope, que saiu no meio da tarde. Como os resultados ficaram muito próximos daqueles divulgados na segunda-feira, o foco passou a ser a decisão do Federal Reserve de subir os juros americanos, que levou a bolsa a ter um pico de alta de mais de 1% por volta das 15h20. O centro da euforia estava na especulação de mudanças na política monetária por lá.

Mas toda essa alegria durou pouco já que o presidente do Fed, Jerome Powell, deixou bem claro em entrevista coletiva que não prevê nenhuma mudança na política do Fed. O Ibovespa então perdeu força e fechou em leve alta de 0,03%, aos 78.656 pontos.

Dólar em tendência de baixa

O cenário para o dólar também foi de volatilidade ao longo do dia, mas com tendência de baixa. A moeda americana fechou em queda de 0,93% a R$ 4,034, depois de chegar próximo dos R$ 4,00. Vale lembrar que ontem, 25, a moeda americana recuou 0,38%, a R$ 4,072.

Atento às pesquisas

A pesquisa Ibope, contratada pela CNI, indicou Jair Bolsonaro (PSL) à frente na corrida ao planalto, com 27% das intenções, enquanto Fernando Haddad (PT) tem 21%. Ciro Gomes (PDT) aparece logo depois com 12% enquanto Geraldo Alckmin (PSDB) tem 8%.

Os dados reforçam que uma vitória no 1º turno está ainda mais distante a Bolsonaro, como já havia adiantado a pesquisa Ibope anterior, divulgada na segunda-feira à noite, em que Bolsonaro tinha 28% das intenções enquanto Haddad foi 19% a 22%. No segundo turno, Bolsonaro segue perdendo de Haddad, Ciro e Alckmin, e ganha de Marina Silva (Rede).

Vale também ficar atento ao debate dos presidenciáveis promovido pelo SBT, a Folha de S. Paulo e o portal Uol. Todos os principais candidatos devem participar, menos Bolsonaro que ainda segue internado.

Lá fora

O Fed anunciou a elevação na taxa de juros para a faixa de 2% a 2,25% ao ano. O comunicado gerou ruídos e especulações a cerca de mudanças na política monetária da maior economia do mundo. No entanto, o presidente do Fed, Jerome Powell, reiterou em entrevista coletiva que a alta dos juros seguirá de forma gradual.

Triunfo tem forte queda após prisão

Um dos destaques de forte queda na bolsa brasileira eram as ações da Triunfo, que chegaram a cair mais de 3% durante a tarde e fecharam em baixa de 1,53%.  Mais cedo, o presidente da companhia anunciou sua renuncia após ter sua prisão preventiva decretada pela Polícia Federal. As ações da empresa chegaram a ser suspensas.

Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

Quem é a Pi

Uma plataforma de investimentos feita para ajudar a atingir seus objetivos por meio de uma experiência #simples, #segura, #acessível e #transparente.

CARDÁPIO DE BALANÇOS

Na disputa pelo e-commerce, Magazine Luiza, Via Varejo e B2W divulgam resultados; veja o que esperar

Empresas foram pouco, ou nada, prejudicadas pela pandemia de covid-19 e devem fechar 2020 com números positivos

Começou!

Prazo para entregar declaração de IR começa hoje; veja as vantagens de declarar cedo

Prazo de entrega da declaração de IR 2021 começa nesta segunda (1º) e vai até de 30 de abril; entenda por que pode ser uma boa se apressar

Segredos da bolsa

Com PIB brasileiro em foco, investidores monitoram juros futuros americanos e tensão em Brasília

O grande evento da semana é a divulgação dos números do Produto Interno Bruto brasileiro no ano passado, mas os investidores também monitoram o clima político em Brasília e os sinais de “superaquecimento” da economia americana

Novos tempos

Alvo de Bolsonaro, home office avança no setor público

Bolsonaro usou trabalho remoto para atacar presidente da Petrobras

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies